CORONAVÍRUS

Vacinação contra covid-19 começa às 10h do dia 20, diz Pazuello a prefeitos

O MINISTRO EDUARDO PAZUELLO (SAÚDE) PARTICIPA DE ENCONTRO VIRTUAL COM A FNP (FRENTE NACIONAL DE PREFEITOS). FOTO: DIVULGAÇÃO/FNP

O ministro Eduardo Pazuello (Saúde) divulgou a um grupo de mais de 100 prefeitos nesta 5ª feira (14.jan.2021) o “Dia D” e a “Hora H” da vacinação contra a covid-19 no Brasil. A largada para a imunização será em 20 de janeiro, a partir das 10h, em todo o território nacional.

A informação foi confirmada pela FNP (Frente Nacional de Prefeitos) e por gestores locais que participaram do encontro virtual.

O presidente da FNP, Jonas Donizette, disse que a data anunciada pelo ministro depende de duas questões: “A 1ª é a aprovacão da Anvisa, no domingo, que nós temos esperança que seja positivo, estamos falando da AstraZeneca e da CoronaVac. [A 2ª é] a logística do voo. Se não for na 4ª, dia 20, [se houver] qualquer problema de logística, ficará para 5ª, dia 21”, disse a jornalistas no Ministério da Saúde.

Segundo Donizette, a previsão do governo é de vacinar 2 milhões de pessoas com a vacina da AstraZeneca/Oxford e 3 milhões com a CoronaVac.

“Todas as cidades receberão as duas vacinas, não há hipótese de um município querer apenas uma. Todas as cidades receberão as duas vacinas. O ministério passou [o número de] 80 milhões de doses [até abril], com a expectativa de 40 milhões de brasileiros, por serem duas doses”, disse.

O prefeito de Florianópolis (SC), Gean Loureiro, do DEM, escreveu em sua conta oficial no Twitter o que ouviu na reunião. “Havia uma informação de que as vacinas chegariam nesse primeiro momento para as capitais. Ministério disse que não há essa priorização, chegarão igualmente para as cidades”.

Ainda de acordo com Loureiro, 8 milhões de doses serão aplicadas em janeiro e 30 milhões em fevereiro. “Anvisa liberando domingo, distribuem na terça [19.jan] para iniciar na quarta [20.jan]”, publicou.

Poder 360


Comente aqui