Política

TUDO EM CASA: Casal Dickson trabalha para construir nova oligarquia no RN

FOTO: DIVULGAÇÃO

Com cadeiras na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal, o casal Dickson quer ampliar ainda mais a participação da família na política do Rio Grande do Norte. A bola da vez é Margarete Régia, irmã do deputado estadual Albert Dickson e cunhada da deputada federal Carla Dicskon. Todos são filiados ao PROS.

Depois de ser vereador e presidente da Câmara Municipal, onde iniciou a carreira da família na política, Albert conseguiu mudar de casa legislativa e foi para a Assembleia em 2014. Para preencher a vaga deixada por ele mesmo, lançou Carla Dickson candidata à vereadora em 2016. Deu certo.

Dois anos depois, ele foi reeleito. Já ela foi candidata a uma das oito cadeiras de deputado federal do Rio Grande do Norte em Brasília. Primeira suplente, ela assumiu o mandato no lugar do deputado licenciado Fábio Faria, hoje ministro do governo Bolsonaro.

A “cadeira da família” na Câmara Municipal voltou a ficar vaga. Foi aí que uma terceira pessoa da família foi convocada. Margarete espera garantir a presença dos Dicksons na CMN.

Com a possibilidade de deixar a Câmara Federal caso Fábio Faria volte ao parlamento, Carla dizia que pretendia disputar novamente  uma vaga na Câmara Municipal de Natal para garantir mais quatro anos de mandato próprio. Porém, ela e o marido deputado encontraram uma solução caseira e agora eles seguem empenhados para eleger mais um nome da família para ampliar a ocupação de espaços no poder.

Seria o terceiro mandato eletivo para membros de uma mesma família. Nasce uma nova oligarquia. Nem Alves nem Maias… A vez agora é dos Dicksons.


Comente aqui