Brasil

Tribunal de Justiça do Rio autoriza quebra de sigilo de Flávio Bolsonaro

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) acatou pedido feito pelo Ministério Público do Rio de Janeiro e permitiu a quebra do sigilo bancário do senador Flávio Bolsonaro e de seu ex-assessor e ex-policial militar Fabrício Queiroz.

Segundo o jornal O Globo, o pedido para ter acesso aos dados do filho do presidente Jair Bolsonaro foi feito pelo MP e autorizado em 24 de abril e foi mantido em sigilo até agora. A quebra foi autorizada no período que vai de janeiro de 2007 a dezembro do ano passado. A decisão é de autoria do juiz Flávio Nicolau.

Também eram as contas abertas a esposa de Flávio, Fernanda Bolsonaro, e as filhas de Queiroz, Nathália e Evelyn, além da esposa do ex-policial, Marcia. Mais de 80 ex-funcionários do gabinete de Flávio também terão as informações bancárias apuradas.

Segundo o MP, os investigados são suspeitos de participar de um esquema conhecido como “rachadinha”, em que um parlamentar fica com parte do salário pago a funcionários de seu gabinete.

Instagram

Correio Braziliense



1 Comentário

  • ACHO MUITO BOM,OTIMO,pois assim abrira frente para que o restante da boiada que se apoçou de bilhões seja investigada,fico feliz pois coloco minhas duas mãos no fogo ,como que não a nada que precisa ou precisaria ser escondido,VENHA QUE SEJA BEM VINDA! E QUE SEJA TAMBEM FEITO JUSTIÇA E CAÇADOS TODOS OS CORRUPTOS TANTO DA ATUALIDADE COMO NO PASSADO! ALIAS QUEM NÃO DEVE! NÃO TEME! OTIMA NOTICIA!

Comente aqui