Esporte

Tite elogia desempenho no segundo tempo para superar sofrimento: “Deu aula”

TITE COMANDA O BRASIL CONTRA A COSTA RICA (FOTO: REUTERS)

O sofrimento do Brasil para vencer a Costa Rica nos acréscimos do segundo tempo foi um reflexo do que vem acontecendo na Copa do Mundo. Alemanha, Argentina, Espanha, Inglaterra, Uruguai e França também não tiveram vida fácil.

Os campeões penaram, e a seleção brasileira conseguiu sobreviver para chegar na última rodada dependendo apenas do seu resultado para avançar. Muito, na visão de Tite, por conta do segundo tempo realizado pela Seleção nesta sexta-feira, na vitória por 2 a 0 diante da Costa Rica.

“Grande segundo tempo. Deu aula. Três vezes: grande segundo tempo. Conseguiu botar volume, precisão, Navas jogou muito”

O Brasil chegou ao triunfo com dois gols marcados nos acréscimos. O primeiro, de Philippe Coutinho, aos 46. Na comemoração, Tite caiu e rolou pelo gramado. Sentiu a lesão, tanto que deixou a sala de imprensa mancando.

– Me fisgou. Não é contratura. Fisgada também não é. Rompeu a fíbia. Não consigo andar direito. Na hora da comemoração, estávamos criando volume, toda uma situação. Time focado, criava, oportunidades, tudo que queríamos desde o primeiro tempo. No segundo estava acontecendo, não é possível, tudo que a gente está fazendo e não sair gol, o Navas tirando tudo, a gente não acredita!

“Quando saiu o gol, o Ederson me bateu, aí quando eu vi o Cássio me bateu também, aí ferrou. Eu ia lá comemorar junto, mas não deu”

Tite leva um tombo na comemoração do primeiro gol do BrasilTite leva um tombo na comemoração do primeiro gol do Brasil

 Globoesporte


Deixe um Comentário