Política

Recondução de Paulinho Freire à Presidência da CMN já conta com o apoio de pelo menos 19 vereadores

NOVA RECONDUÇÃO NÃO É CONSIDERADA NOVA REELEIÇÃO. FOTO: ELPÍDIO JÚNIOR

A bancada de apoio ao prefeito reeleito Álvaro Dias (PSDB), que contará com 19 vereadores na Câmara Municipal de Natal (CMN), está praticamente fechada com a recondução ao cargo do atual presidente da Casa, vereador Paulinho Freire (PDT), depois da posse no dia 1º de janeiro dos 29 vereadores eleitos. A nova recondução não é considerada uma “nova reeleição”. O dispositivo que permitiria a reeleição na mesma Legislatura foi revogado do Regimento Interno do Poder Legislativo e da Lei Orgânica do Município (LOM) em 2011, quando era presidente o ex-vereador Edivan Martins.

A disputa pela presidência da CMN deverá ficar mesmo somente para o segundo biênio da legislatura 2021/2024, pois quatro vereadores já estão colocando os nomes à disposição: Kleber Fernandes (PSDB), Ériko Jácome (PSD), Aldo Clemente (PDT) e Klaus Araújo (Solidariedade). O último, já garantiu a candidatura. “Sou candidato no segundo biênio e vou buscar sempre a independência da Câmara”, disse Klaus Araújo.

O ex-presidente Raniere Barbosa (Avante) antecedeu o vereador Paulo Freire na presidência da CMN e confirmou que vota nele para presidir a Casa no biênio 2021/2022, ao lembrar que foi co-autor da emenda supressiva de artigo do Regimento Interno que permitia a reeleição para presidente da Câmara dentro de uma mesma legislatura: “Fui um dos autores, prevaleceu a alternância do Poder”.

Barbosa também confirmou que alguns vereadores colocaram o seu nome para voltar a disputar a presidência da CMN daqui a dois anos. “Porém não me lancei candidato”, resumiu, que considera como consensual a candidatura de Paulinho Freire. “Para o segundo biênio, consideramos prematura a discussão nesse momento”.

O vereador Felipe Alves (PDT) faz parte da atual mesa diretora e por isso “vê de perto a dedicação e a competência” do presidente à frente da Câmara. “Então acredito que ainda há muito o que se fazer numa nova gestão e vejo no nome de Paulinho como o melhor nome para presidir a Câmara”, disse ele.

A vereadora Nina Souza (PDT) confirmou que o seu partido está ‘fechado” com Paulinho Freire – “o importante pra gente hoje é a eleição de Paulinho”.

Com nove veredores, a bancada de oposição deve se reunir para tomar uma decisão conjunta em relação à eleição da mesa da Câmara, informou a vereadora Divaneide Basílio (PT): “Vamos nos reunir com a esquerda e oposição para discutir o assunto, ainda teremos uma primeira conversa para alinhar essas possibilidades”.

Além da vereadora Divaneide Basílio, a bancada da oposição, segundo o resultado das urnas, ainda é integrada pelos vereadores Brisa Bracchi (PT), Júlia Arruda (PCdoB), Robério Paulino (PSOL), Milklei Leite (PV), Klaus Araújo e Anderson Lopes (Solidariedade), Nivaldo Bacurau e Eribaldo Medeiros (PSDB) e ainda a vereadora Ana Paula, como dissidente do Partido Liberal (PL), que fez parte da coligação do prefeito Álvaro Dias. A mesa da Câmara Municipal de Natal conta com oito cargos, além da presidência, são três vice-presidências e quatro secretarias.

Com informações da Tribuna do Norte


Comente aqui