Geral

Temer: ‘Não acredito que voltarei a ser preso, não há provas’

Preso por quatro dias em março e réu em cinco casos (com a possibilidade de uma sexta acusação), o ex-presidente Michel Temer declarou que não acredita na possibilidade de voltar a ser preso. “Não acredito nisso (na possibilidade de voltar a ser preso). Posso acreditar em arbitrariedades, por uma razão singela: não há provas. Cadê a prova?”, questionou Temer em entrevista publicada nesta sexta-feira 12 pelo jornal Folha de S. Paulo.

O ex-presidente afirma que há “um núcleo punitivista” entre os promotores público que quer “a cabeça um ex-presidente da República como um troféu”, como alegou em entrevistas anteriores. Ele diz que “vai para o enfrentamento público” contra o processo e provará que não existem provas que possam levar à sua condenação.

“Na decisão (de prisão), o que mais se verificava, o desembargador que concedeu a liminar ressaltou esse ponto, era uma frase curiosíssima: ‘a prova ainda é superficial’. Segundo: (escreveram) ‘parece que’, ‘tudo indica que’, ‘tudo leva a crer’. Não tem nada dizendo: está aqui o documento, está aqui a fala não sei de quem”, expõe.
FONTE: VEJA

Deixe um Comentário