Turismo

TAP Air Portugal confirma retomada de voos de Lisboa para Natal a partir de outubro

FOTO: DIVULGAÇÃO

A companhia aérea portuguesa TAP Air Portugal vai retomar voos de Lisboa para Natal a partir de outubro. A ideia, inicialmente, é a frequência de voos entre Lisboa-Natal acontecer três vezes por semana. A informação foi confirmada pela secretária de Turismo do RN (Setur), Ana Maria Costa, que recebeu ligação do gerente de Comunicação e Marketing da TAP, Adriano Araújo, nesta quarta-feira (01). Ainda não há uma data de início exata para o retorno.

“Essa é uma excelente notícia para todos que fazem o turismo no Rio Grande do Norte. Portugal é o nosso principal polo emissor na Europa e o retorno das operações com a TAP reafirma o fortalecimento da retomada do turismo, ampliando a nossa conectividade”, comemorou Ana Costa, em nota divulgada pela Setur-RN.

O presidente da Emprotur, Bruno Reis, e a secretária Ana Maria Costa, vão cumprir agenda em São Paulo com reuniões com as companhias aéreas de 8 a 10 deste mês. A reunião com a diretoria da TAP será no dia 9. Mais informações sobre a retomada da rota, segundo a Setur-RN, serão divulgadas após o encontro.

No dia 18 de março de 2020, em decorrência do avanço da pandemia do novo coronavírus na Europa e no mundo, a TAP Air Portugal cancelou voos com destino para o Brasil, entre eles, o da rota Lisboa-Natal. Em abril deste ano, a empresa cogitou retornar a operação no RN, mas recuou com o arrefecimento da pandemia no Brasil.

Nessa quarta-feira (01), após um ano e meio com as fronteiras fechadas, o governo português liberou a entrada de brasileiros no país por motivos não essenciais, segundo publicação do Diário da República. Antes, a entrada era autorizada por motivos profissionais, de estudo, de reunião familiar, por razões de saúde ou por razões humanitárias.

Os potiguares que forem para o país lusitano não precisam fazer quarentena, desde que apresentem teste negativo de covid-19. Desde o fim de junho, Espanha, Alemanha, França, Suíça, Espanha e Canadá já aprovaram a entrada de brasileiros, desde que vacinados com o esquema completo (duas doses ou a única).

Com informações da Tribuna do Norte


Comente aqui