Cultura

Talento musical: Aluno da UFRN faz campanha para cursar mestrado na Suíça

O estudante Caio César da Silva, considerado uma das grandes descobertas entre os talentos musicais a despontar na Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (EMUFRN), iniciou uma campanha de financiamento coletivo, com o objetivo de custear as despesas com deslocamento para a Suíça, onde irá realizar o curso de mestrado em Música. Caio César é um dos aprovados para o mestrado com bolsa integral na Hochschule der Künste Bern (Universidade das Artes de Berna), sob a orientação do professor da instituição Thomas Rüedi, um dos mais renomados eufonistas do mundo.

Aluno do professor Fernando Deddos, Caio César da Silva iniciou a campanha no começo deste mês de maio, com o apoio de diversos professores da UFRN. Até agora, porém, os recursos arrecadados, pouco mais de 20% do valor necessário, ainda não são suficientes para que ele possa providenciar seu visto de estudante, cujo pedido deve ser solicitado no início de julho, já que as aulas começam em setembro. Além do visto, o estudante precisará comprovar que terá meios de subsistência por, pelo menos, um ano, período em que não poderá exercer nenhum trabalho na Suíça, de acordo com a legislação local. Os interessados em colaborar com a campanha podem fazê-lo por meio deste link.

Com o objetivo de ampliar a arrecadação de fundos, o estudante anuncia a realização de um recital beneficente no dia 13 de junho, às 19h30, no Auditório Onofre Lopes da Escola de Música. Na ocasião, Caio César Silva estará se apresentando junto ao professor Durval Cesetti, com participações especiais do professor Fernando Deddos e do tenor Kaior Morais, do Instituto Waldemar de Almeida. Ingressos ao preço de R$ 20 (vinte reais) estão disponíveis na Coordenação de Eventos da Escola de Música da UFRN ou na entrada do Auditório, no dia do recital.

Exemplo de dedicação e superação

Caio é o primeiro bacharel em Eufônio formado por uma universidade federal brasileira, tendo se destacado em inúmeros festivais nacionais e internacionais, além de ter recebido prêmios como o 1º lugar no Concurso Nacional de Eufônio, promovido pela Associação de Eufônios e Tubas do Brasil (ETB), e o 1º lugar no Concurso Jovens Solistas da Filarmônica UFRN.

“Caio é daqueles alunos que todo professor gostaria de ter, um exemplo de dedicação”, destaca o professor Fernando Deddos, descrevendo como a rotina de estudos dele tem feito com que ele consiga um ritmo de aprendizado muito acima da média. “A comunidade da Escola de Música da UFRN já se acostumou a ouvir o som de Caio estudando, pois parece que ele está sempre por aqui, seja às 7h da manhã ou às 21h, em finais de semana e feriados”. Fernando Dedos é doutor pela University of Georgia e reconhecido como o maior nome do eufônio no Brasil, tendo sido contratado pela UFRN em 2016. Logo em seguida, Caio César, que morava em Recife até então, resolveu se mudar para Natal justamente para poder estudar com ele.

O pianista Durval Cesetti, outro professor de Caio na Escola de Música, com quem ele já se apresentou em inúmeros recitais, descreve algumas das várias dificuldades que ele teve de superar em sua vida para chegar aonde está. “Imagine você não ter uma família para te apoiar, imagine você crescer com imensas dificuldades familiares e financeiras, e, apesar de tudo isso, conseguir se virar sozinho e se tornar um dos melhores intérpretes de seu instrumento no Brasil, muito provavelmente o melhor em sua faixa etária”, destaca o professor. “É uma pessoa cuja força de vontade e caráter fez com que ele se tornasse quem é, mesmo com tantas condições adversas.”

Flávio Gabriel, professor de trompete da UFRN, comenta como Caio demonstrou ser capaz de “enfrentar muitas dificuldades e realizar grandes conquistas, por isso não hesito em afirmar que um investimento em Caio é algo com o que não nos decepcionaremos, pois ele certamente continuará sua trajetória de vitórias e será um nome importante na formação de jovens músicos no futuro.”


Deixe um Comentário