Famosos

Sylvester Stallone diz que teve um dedo da mão quebrado em pênalti batido por Pelé

FOTO: REPRODUÇÃO

O ator Sylvester Stallone revelou que teve um dedo da mão quebrado em pênalti batido por Pelé durante as filmagens de “Fuga para a vitória”, produção de 1981.

Na obra, Stallone e Pelé fazem parte de um time de prisioneiros das Forças Aliadas que enfrenta em campo uma equipe composta por militares nazistas, com o objetivo de escapar das mãos inimigas. O astro de “Rocky” e “Rambo” era o goleiro do time aliado.

“Esse foi um dos pontos baixos da minha vida. Que chute eu levei! Ainda estou com um dedo quebrado por tentar defender um pênalti de Pelé”, disse o ator americano à BBC ao promover o seu novo filme, “Grudge Match”.

“Ele calçou um par de sapatos da Segunda Guerra Mundial, com ponta de aço, e a bola parecia uma bala de canhão: tinha o dobro da espessura e do peso das bolas de futebol de hoje. Ele estava me dizendo que ia chutar e eu pensei ‘É futebol, qual é o problema? É fácil.’. Ele veio para cobrar um pênalti e me disse exatamente onde iria colocá-lo, então eu fiquei lá, mas a bola passou por mim antes que eu pudesse me mover. Ele colocou exatamente onde tinha dito. Ele fez de novo, e isso rasgou a parte de trás da rede e quebrou uma janela no quartel onde estávamos filmando. Eu perguntei ‘Você está brincando comigo?’”, completou o astro de Hollywood.

O ator Michael Caine e os jogadores Osvaldo Ardilles (argentino que jogava profissionalmente, na Inglaterra, à época) e Mike Sumerbee, além do lendário Bobby Moore, completam o elenco.

Extra


Comente aqui