Polícia

Suspeitos de matar ambulante terão proteção especial na cadeia

Depois de prender na quarta-feira a dupla suspeita de matar o vendedor ambulante Luiz Carlos Ruas, a Polícia Civil de São Paulo planeja medidas especiais para que os acusados não sejam mortos na prisão. Alípio Rogério dos Santos, de 26 anos, e Ricardo Martins do Nascimento, 21, compareceram ontem à Delegacia de Polícia do Metropolitano (Delpom), onde manifestantes protestavam contra o crime.

A necessidade de proteção especial tem por base o clima hostil na chegada e na saída dos suspeitos à delegacia, no metrô Barra Funda, segundo o jornal Folha de S. Paulo. O tumulto aconteceu quando Santos e Nascimento foram levados ao local para serem reconhecidos por testemunhas. A dupla deixou a delegacia sob gritos de “justiça” e “assassinos” e a polícia chegou a disparar um tiro para o alto para conter os manifestantes.

Veja



Deixe um Comentário