Geral

STJ Manda soltar Ana Augusta, pivô de esquema na Assembleia

A ministra Laurita Vaz, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), concedeu liminar nesta segunda-feira, 27, em favor de Ana Augusta Simas. Ela havia tido prisão preventiva decretada pela Câmara Criminal do Tribunal de Justiça na semana passada.

Ana Augusta foi implicada na Operação Canastra Real, que apura desvios no Poder Legislativo a partir de supostas fraudes em folha salarial. A ministra determinou que ela não pode comparecer à Assembleia Legislativa e não pode ter contato com outros investigados.

Sobre o Caso

Ana Augusta Simas Simas Aranha Teixeira de Carvalho, que também é primeira-dama do município de Espírito Santo\RN, é suspeita de chefiar um esquema de desvio de dinheiro usando servidores fantasmas na Assembleia Legislativa. A prisão foi decretada no último dia 21, pela Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grandr do Norte. Ana Augusta já havia sido presa em setembro de 2018, sendo liberada dez dias depois.



Deixe um Comentário