TV

Sikêra Jr é absolvido pelo TJSP, após chamar gays de “raça desgraçada”

FOTO: REPRODUÇÃO

O apresentador Sikêra Jr., da RedeTV, foi absolvido pelo Tribunal de Justiça de São Paulo e não terá que pagar uma indenização de R$30 mil para a modelo transexual Viviany Beleboni.

O órgão derrubou a decisão de primeira instância que condenava o apresentador por ter utilizado a imagem da modelo, que ficou conhecida por contracenar Jesus na Parada do Orgulho LGBT, para abordar um crime cometido por um casal lésbico.

Na ocasião, em seu programa, Sikêra Jr ligou o crime à homossexualidade se referindo à população LGBT+ como “lixo”, “bosta” e “raça desgraçada”. Ele ainda disse que “os homossexuais estão arruinando a família brasileira”.

Na absolvição, o desembargador Rodolfo Pelizzari, relator do processo no TJ, disse que o apresentador não tinha a intenção de difamar ou de prejudicar a honra e a imagem da modelo, conforme apontado pelo UOL.



Comente aqui