Governo

Servidores do Detran cobram reajuste salarial e retomam paralisação

Os trabalhadores do DETRAN RN, deliberaram em assembleia na manhã da última sexta-feira, pela continuidade da greve estabelecida já no dia 7 de novembro, cujo início se daria no último 10/11, quando a categoria parou.

Os servidores haviam decidido pela suspensão do movimento grevista por uma semana, acatando a proposta do Governo que se comprometeu em encaminhar à Assembleia Legislativa, os projetos da reposição de perdas salariais da categoria e o auxílio alimentação, além de cumprimento das promoções devidas. A previsão era que isso acontecesse até hoje (17/11), data que a categoria seria posta a par das decisões do Governo pelo sindicato que os representa, SINAI RN.

Das informações que se teve dos dois projetos, a direção do Sindicato conseguiu saber que os processos não haviam chegado na Assembleia Legislativa conforme o compromisso do governo.

Já o processo da reposição das perdas no que diz respeito as tabelas salariais da categoria, a intervenção sugerida pelo Conselho de Política de Administração e Remuneração de Pessoal (COARP), é no sentido de causar ainda mais prejuízos aos trabalhadores, achatando os salários da categoria na carreira.

Durante a assembleia, já decorrido um tempo, a Direção do SINAI e a categoria presente receberam a visita do gestor do Departamento, Júlio César Soares, que solicitou aos presentes dar informes das reivindicações dos trabalhadores.

Sem conseguir falar do que não aconteceu, o envio dos projetos à Assembleia Legislativa, Júlio César limitou-se a dizer que ambos estavam sendo encaminhados, e que, inclusive, um deles, o da reposição das perdas, mesmo com a recomendação do COARP que propõe o absurdo de diminuir os salários da categoria, seria ainda analisado.



Deixe um Comentário