Política

“Será que não está na hora de termos um ministro no Supremo Tribunal Federal evangélico?”, diz Bolsonaro em evento religioso

FOTO: SITE VEJA

“Com todo respeito ao Supremo Tribunal Federal, eu pergunto: existe algum, entre os 11 ministros do Supremo, evangélico? Cristão assumido? Não me venha a imprensa dizer que eu quero misturar a Justiça com religião. Todos nós temos uma religião ou não temos. E respeitamos, um tem que respeitar o outro. Será que não está na hora de termos um ministro no Supremo Tribunal Federal evangélico?”, declarou Bolsonaro durante evento na Igreja Assembleia de Deus Madureira, em Goiânia.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) “estão legislando” ao discutir a equiparação de homofobia ao crime de racismo, e questionou nesta sexta-feira, 31, se não estaria na hora da Corte ter um magistrado evangélico.

No último dia 23, o STF formou maioria para enquadrar homofobia e a transfobia como crimes equivalentes ao racismo. Na ocasião, chegou a seis o número de ministros da Corte que votaram nesse sentido. Ainda restam cinco votos. O julgamento deve ser retomado na próxima quarta-feira, dia 5.

Quem votou

Os ministros que já votaram de acordo com o pedido são: Celso de Mello, Edson Fachi, Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Luiz Fux.


Deixe um Comentário