Política

Senadores contrários ao decreto das armas estão sofrendo ameaças

O presidente do Senado Davi Alcolumbre (DEM-AP) e mostrou preocupado com uma série de ameaças que senadores que são contra o decreto que flexibiliza as regras para o posse de armas, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, vem recebendo. Através das redes sociais o parlamentar demonstrou a sua indignação.

Na sequência de mensagens, Alcolumbre afirma que vai tomar as providências necessárias para “garantir a proteção e a liberdade de expressão constitucional e política de cada legislador”.

Um dos senadores que receberam ameaças foram Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Eduardo Girão (PODE-CE), Fabiano Contarato (Rede-ES) e Veneziano Vital do Rego (PSB-PB).

“Vou achar muito civilizado quando um bandido enfiar uma bala na sua cara ou de alguém de sua família. Foda-se o povo, né! Você tem segurança seu fdp”, diz uma mensagem enviada para Randolfe através das redes sociais.


Deixe um Comentário