Polícia

Semelhança com mãe morta faz filha viver horror sexual com o pai, em João Pessoa

APÓS A MORTE DA MÃE A MENINA ,COM 10 ANOS, FOI FORÇADA A COMPARTILHAR A CAMA COM O PAI E TER RELAÇÕES SEXUAIS. FOTO: REPRODUÇÃO

Exames de DNA e a perícia em um celular devem dar à polícia as provas de uma longa história de abuso praticado por um pai contra a própria filha em João Pessoa, na Paraíba. As relações sexuais forçadas e continuadas resultaram no nascimento de uma criança, hoje com três anos de idade.

O suspeito, um homem de 36 anos, fotografava e filmava a vítima nua. Em depoimento, tentou justificar dizendo que a filha, hoje com 18 anos, parecia-se muito com a mãe.

Os abusos começaram logo após a morte da mãe, em 2011, em um acidente de carro. Então com dez anos de idade, a filha começou a ser forçada a ocupar o lugar na cama ao lado do pai. Uma situação que perdurou até que ela chegasse à fase adulta. O nascimento da criança começou a gerar suspeitas dos familiares, mas a denúncia definitiva só se deu na quinta-feira, dia 5, quando o suspeito foi preso em cumprimento a uma ordem judicial.,

Na manhã dessa sexta-feira, dia 6, o homem passou por audiência de custódia e teve a prisão mantida. Ele foi encaminhado para a Penitenciária de Segurança Máxima Doutor Romeu Gonçalves de Abrantes, o PB1.

De acordo com a delegada Amindonzelle Oliveira, a vítima resolveu denunciar o pai ao completar 18 anos. Os exames de DNA servirão para comprovar a paternidade gerada pelo abuso. O aparelho celular do suspeito ainda não foi entregue à perícia.

OP9 PB


Deixe um Comentário