Famosos

Segundo jornalista, Gugu foi processado por abuso de menor

DE ACORDO COM JOAQUIM DE CARVALHO, O APRESENTADOR DESEMBOLSOU UM ALTO VALOR PARA SE LIVRAR DE UM PROCESSO PELO ABUSO A UM MENINO DE 14 ANOS. FOTO: REPRODUÇÃO

Após a morte de Gugu Liberato em novembro de 2019, várias confusões e histórias a respeito da vida pessoal do apresentador estão vindo à tona. Agora, um jornalista publicou que o comunicador teria desembolsado o valor de R$ 1 milhão para encerrar uma ação por abuso sexual a um menino de 14 anos. De acordo com a reportagem, o processo teria sido encerrado em 2017.

Segundo o jornalista Joaquim de Carvalho, o agora DJ Leandro Kloppel Lo Frano teria sido escolhido, quando tinha 13 anos, para fazer parte do grupo musical Boomerang, empresariado por Gugu. Ainda de acordo com o repórter, o processo, movido por Leandro, dava conta de que a seleção dos meninos para tal grupo era feita mediante checagem de seus órgãos sexuais e que, após terem sido escolhidos, os adolescentes participavam de festas com empresários e apresentadores do SBT, incluindo Gugu Liberato, nas quais sofriam assédio sexual.

A reportagem traz o número do processo movido contra Gugu – 1049937-02.2013.8.26.0100 -, no Fórum Central Cível de São Paulo, e afirma que o apresentador teria pago os honorários advocatícios dos representantes de Leandro Kloppel, além de R$ 1 milhão para que a ação fosse encerrada e mantida em segredo absoluto.

Leia Já


Deixe um Comentário