Saúde

Secretaria de Saúde confirma desabastecimento de soro antirrábico no RN por inadequação de laboratórios

PESSOAS INFECTADAS ESTÃO SENDO TRATADAS COM IMUNOGLOBULINA, MAS O ESTOQUE TAMBÉM ESTÁ CRÍTICO. (FOTO: ROVENA ROSA/AGÊNCIA BRASIL)

O estoque de soro antirrábico, para tratamento de ferimentos provocados por mordida ou lambedura de animais infectados pelo vírus da raiva, está zerado no Rio Grande do Norte. A informação foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesap). Para realizar o tratamento em pessoas que foram contaminadas com o vírus, as unidades estão administrando imunoglobulina, mas a secretaria alerta que o estoque também está crítico.

Atualmente, em casos de acidentes com animais como morcegos, saguis ou cães e gatos não vacinados, a população deve procurar o Hospital Giselda Trigueiro, em Natal, ou os hospitais regionais de Caicó, Mossoró e Pau dos Ferros. A medida foi tomada para controlar o uso dos insumos e realizar um monitoramento mais amplo das ocorrências.

De acordo com a secretaria, o desabastecimento ocorreu por falta de adequações necessárias, por parte de dois dos três laboratórios produtores, para cumprir as normas exigidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A subcoordenadora de Vigilância Ambiental da Sesap, Aline Rocha, relatou que o Ministério da Saúde, responsável por comprar e distribuir os produtos para os estados brasileiros, já sinalizou o envio de novas ampolas para o RN, mas a data em que a nova remessa será encaminhada ainda é desconhecida.


Deixe um Comentário