Educação

Secretária de Educação faz visita técnica na unidade que será 1ª escola Cívico-Militar do RN

A ESCOLA VAI RECEBER MELHORIAS DAS INSTALAÇÕES FÍSICAS E CHEGADA DE NOVOS MOBILIÁRIOS. FOTO: MANOEL BARBOSA

A secretária municipal de Educação de Natal, professora Cristina Diniz, visitou a Escola Municipal Professor Veríssimo de Melo, no bairro de Felipe Camarão, nessa segunda-feira, 13. Acompanhada da chefe de gabinete, Sirleide Oliveira, de representantes dos Departamentos de Engenharia e Arquitetura (DEA), Ensino Fundamental (DEF) e Gestão Escolar (DGE), dos gestores e do coordenador pedagógico da escola, a titular da SME percorreu toda a unidade de ensino, que se transformará, este ano, na primeira escola Cívico-Militar do Rio Grande do Norte.

A professora Cristina Diniz ressaltou que a visita técnica é necessária para realizar o levantamento das demandas necessárias para preparação da escola para a implantação do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares. A escola vai receber melhorias das instalações físicas e chegada de novos mobiliários.

A chefe do Setor de Planejamento e Avaliação da Gestão Escolar, Rosângela Holanda, foi escolhida para a função de ponto focal da escola cívico-militar, sendo responsável pela mediação da Secretaria de Educação, Ministério da Educação e a Escola Veríssimo de Melo.

A professora Rosângela Holanda explica que Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares apresenta um conceito de gestão nas áreas didático-pedagógica, educacional e administrativa com participação do corpo docente da escola e apoio dos militares. “Os trabalhos serão concentrados nestas três principais áreas”, disse.  

A ESCOLA

A Escola Municipal Professor Veríssimo de Melo possui cerca de 900 alunos distribuídos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental.  Tem 22 anos de existência, uma vez que foi criada em julho de 1997.

O PROGRAMA

É uma iniciativa do Ministério da Educação, em parceria com o Ministério da Defesa. A proposta é implantar 216 Escolas Cívico-Militares em todo o país, até 2023 – e a iniciativa piloto, este ano, contemplará 54.


Deixe um Comentário