Polícia

Secretaria de Administração Penitenciária investiga agressão de policial penal contra porteiro em Natal

FOTO: REPRODUÇÃO

Após a repercussão do caso de agressão praticada por um policial penal contra o porteiro de um condomínio em Natal, a Secretaria da Administração Penitenciária (Seap) informou que iniciou a investigação e, por meio da Corregedoria, instaurou um procedimento apuratório preliminar para esclarecer os fatos e tomar as medidas cabíveis.

Em nota, a secretaria explicou que, nessa primeira fase, as partes envolvidas são convocadas para a peça investigativa. A Seap também destacou que solicitou cópia do Boletim de Ocorrência à Polícia Civil, assim como as imagens das câmeras de circuito interno do condomínio para auxiliar na apuração.

“A Seap lamenta o ocorrido e não compactua com qualquer tipo de desvio de conduta de seus integrantes e garante que qualquer denúncia recebida é prontamente apurada, dentro da legalidade, e tomadas as medidas cabíveis, dando direito a ampla defesa. Ressalta ainda que são deveres do policial manter a conduta pública e privada compatível com a dignidade da função”, ressaltou a secretaria por meio de nota.

O caso aconteceu no dia 16 de outubro, em um condomínio localizado na zona sul de Natal, mas as imagens só foram divulgadas no último fim de semana. Os vídeos flagraram o momento em que o policial penal, que é morador do condomínio, depreda o portão e cruza a entrada carregando uma caixa de bebidas. Alterado, ele invade a guarita e começa a desferir socos, tapas e empurrões contra o porteiro. Apesar de ainda trabalhar, a vítima trata-se de um idoso. Com a agressão, o porteiro teve os dedos fraturados e precisará passar por cirurgia. Em entrevista à TV Tropical, ele relatou os momentos de horror vividos.

A vítima passou por exames de corpo de delito e o caso também está sendo investigado, no âmbito criminal, pela Polícia Civil.


Comente aqui