Cidades

Secretária da STTU defende nesta segunda-feira viabilidade dos semáforos que Álvaro Dias mandou desligar

DE ACORDO COM A PREFEITURA, O SISTEMA ESTÁ EM FASE DE TESTES. FOTO: REPRODUÇÃO

A secretária de Mobilidade Urbana (STTU), Elequicina Santos, deverá comparecer à Câmara Municipal na manhã desta segunda-feira, 16, para esclarecer as mudanças do novo projeto de sinalização nas Avenidas Hermes da Fonseca e Salgado Filho, que incluem novos semáforos e faixa de pedestres. A Prefeitura do Natal suspendeu o projeto de sinalização por tempo indeterminado, desligando os sinais implantados na Salgado Filho, na altura da Igreja Universal e na Hermes próximo à Padaria Nacre, na noite dessa sexta-feira, 13. A operação recebeu diversas críticas com a implantação de novo semáforo e faixas de pedestres na via.

Em nota, a prefeitura alegou que a operação está em fase de testes e que está suspenso para que sejam feitos novos debates sobre o projeto com a sociedade e para avaliar os resultados dos testes.

Segundo a STTU, o objetivo da ação era dar mais segurança para circulação do pedestre. O novo semáforo foi instalado na Av. Hermes da Fonseca, entre as ruas Joaquim Fagundes e Alberto Maranhão.

Com a nova travessia de pedestres, o cidadão que anda a pé passou a contar com uma faixa a pouco mais de 170 metros da Rua Joaquim Fagundes, num trecho onde há duas paradas de ônibus e estabelecimentos comerciais, e a seguinte a pouco mais de 310 metros. O projeto prevê que outros oito corredores onde ocorreram mais óbitos entre 2014 e 2018 também receberão faixas.

Comunicado da Prefeitura do Natal:

A Prefeitura informa que, diante da grande polêmica gerada durante a fase de testes do novo projeto de sinalização no corredor Hermes da Fonseca/Salgado Filho, decidiu suspender a operação para que sejam feitos novos debates com a sociedade a respeito do projeto e uma avaliação mais ampla do resultado da operação durante o período de testes.


Deixe um Comentário