Cidades

Sebrae promove oficinas de empreendedorismo para jovens de Mãe Luiza

FOTO: CANINDÉ SOARES

Jovens do bairro Mãe Luiza terão uma série de capacitações e incubação remotas dentro do projeto Comunidade Empreendedora, promovido pelo Sebrae a partir da próxima segunda-feira (19). As inscrições são gratuitas.

O bairro é uma das poucas comunidades de Natal situadas em um morro, na zona Leste da capital, ainda carrega desacertadamente alguns estigmas negativos que permeiam um misto de pobreza, violência, medo e preconceitos. No entanto, o bairro, famoso pelo seu farol, dunas, ladeira e escadaria, é muito além disso, tanto do ponto de vista social quanto cultural e também empreendedor. E busca mostrar ser possível transformar a realidade do local via empreendedorismo e dar novas perspectivas para a gente que vive no lugar.

Por isso, Mãe Luiza foi escolhido pelo Sebrae no Rio Grande do Norte para receber a primeira edição do Projeto Comunidade Empreendedora, que oferece uma série de capacitações e incubação remotas voltadas para jovens em idade entre 18 e 39 anos. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site www.brasilmaisempreendedor.com.br/.

A ação faz parte do programa Brasil Mais Empreendedor, que foi criado para capacitar jovens que vivem em situação de vulnerabilidade social no país. Trata-se de um pacto de cooperação no qual o Sebrae está envolvido para  auxiliar as pessoas que precisam abrir um negócio para ter renda própria e também os pequenos e microempreendedores que enfrentam dificuldades para manter o negócio com as portas abertas e de forma lucrativa. O objetivo é impactar mais de 100 mil jovens brasileiros até o fim do ano.

Devido à pandemia da Covid-19, as capacitações do projeto Comunidade Empreendedora serão todas online e vão ajudar os jovens a criar e manter um negócio, com poucos recursos. A capacitação é dividida em 11 etapas que abordam finanças, comunicação online e offline, gestão de pessoas, entre outros.

A iniciativa também conta com dicas e guias práticos para auxiliar a sobreviver às adversidades econômicas. Em Mãe Luiza, será uma semana de aulas virtuais, que vão de segunda-feira (19) a sexta-feira (23), das 14h às 17h, através do site    www.brasilmaisempreendedor.com.br, e mais três meses de incubação remota para os participantes.

“Pretendemos  estimular o empreendedorismo entre jovens que residem em bairros periféricos, em comunidades do Rio Grande do Norte e apoiá-los no processo de modelagem de negócio, na construção de novos empreendimentos e estimulá-los para pensarem em produtos e serviços necessários à comunidade que ainda não são ofertados”, explica a gestora do projeto Negócios Inovadores de Impacto Socioambiental do Sebrae-RN, Mona Paula Nóbrega.

O projeto Comunidade Empreendedora conta também com a parceria da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Natal, a CDL Jovem e o Fórum de Negócios do Rio Grande do Norte.


Comente aqui