Política

Sandro Pimentel se solidariza com deputado e marido de Greenwald, após suposta ameaça de morte

Crédito da Foto: João Gilberto

Durante seu pronunciamento na sessão plenária desta quarta-feira (19), o deputado Sandro Pimentel (PSOL) externou sua preocupação e solidariedade com o deputado federal David Miranda (PSOL-RJ), que denunciou à polícia as ameaças de morte que tem recebido por e-mail.

“Quero levar a minha solidariedade a David Miranda, dizer que ele não está sozinho. Ele chegou à Câmara Federal para substituir o deputado Jean Wyllys, que saiu da Câmara não por sua vontade, mas por estar sendo ameaçado de morte dia e noite com sua família”, afirmou o deputado.

Sandro Pimentel afirmou que um cidadão com o perfil de David Miranda, homossexual assumido e sem origem nas classes mais abastadas, conseguir chegar ao Parlamento, substituindo outro deputado com origem semelhante, é um feito, “não é pouca coisa”.

O deputado federal é casado com o jornalista Glenn Greenwald, um dos autores da série de reportagens com áudios vazados atribuídos ao ministro da Justiça, Sérgio Moro. Na denúncia que fez à polícia, relata e-mails ameaçando sua própria vida e de pessoas da família.

“É lamentável que queiram calá-lo por causa do Intercept. Não bastava silenciar a vereadora Marielle Franco, querem silenciar David, mas saibam que as ideias não vão conseguir silenciar”, afirmou o deputado.


Deixe um Comentário