Famosos

Robert De Niro processa ex-empregada que assistiu Friends no trabalho por US$ 6 milhões

CHASE ROBINSON É ACUSADA DE DESVIO DE DINHEIRO E FALTA DE ATENÇÃO NO HORÁRIO DE TRABALHO. FOTO: STHANLEE B. MIRADOR/SIPA USA

A produtora de Robert De Niro, Canal Productions, entrou com uma ação de US$6 milhões contra uma ex-funcionária. O processo aberto no Tribunal estadual de Nova York no último sábado, 17, acusa Chase Robinson de desvio de dinheiro e falta de atenção no horário comercial, segundo um relato da Variety.

A ex-funcionária foi contratada como assistente do De Niro em 2008 e mais tarde promovida a vice-presidente de produção e finanças da produtora. Porém, demitiu-se da empresa em abril devido aos rumores das “sabotagens de Robinson”.

Mesmo com um salário de US$300 mil por ano, a ação acusa a ex-contratada de usar o cartão da Canal Productions para compras pessoais. Além disso, a produtra afirma que a antiga assistente de De Niro passava muito tempo na Netflix e via séries durante o horário comercial.

O processo detalha como Chase Robinson assistiu 55 episódios de Friends durante um período de quatro dias em janeiro. Em março, também em um intervalo de quatro dias, a ex-funcionária maratonou 20 episódios de Caindo na Real (“Arrested Development”) e dez de Schitt’s Creek.

Revista Rolling Stone


Deixe um Comentário