Cidades

RN tem aulas suspensas, falta de frutas e verduras e frota de ônibus reduzida neste 9º dia de greve dos caminhoneiros

BLOQUEIO NA BR-226 (FOTO: ÉDIPO NATAN)

O país chega hoje a 9º dia de greve dos caminhoneiros e no Rio Grande do Norte os efeitos desta paralisação continuam afetando a população. As consequências da greve estão atingindo diversos setores e trazendo prejuízos.

Os ônibus que fazem o transporte público em Natal, desde a última sexta-feira (25), estão circulando com 70% da frota. Na Educação, já são cinco Campi do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) que estão com aulas suspensas. Na Saúde, o O Hospital Universitário Onofre Lopes (Huol), suspendeu as internações eletivas para evitar desabastecimento. Nos supermercados há falta de frutas e verduras. Na Ceasa o desbastecimento já é nítido desde o final de semana, além da disparada nos preços.

O abastecimento de combustível no aeroporto de Natal está sendo garantido, pois a Polícia Rodoviária Federal está escoltando caminhões com querosene de aviação para Natal, João Pessoa e Fortaleza. O estado amanheceu, novamente, com atos de caminhoneiros em BRs e RNs. Confira os pontos que tem bloqueios parciais:

BR-101

  • Parnamirim (km 105) – Fica em frente ao Parque de Exposições Aristófanes Fernandes.
  • São José de Mipibu (km 125)
  • Touros (Km 06)

BR-110

  • Areia Branca (Km 35)

BR-226

  • Santa Cruz (Km 109)
  • Jucurutu (Km 241)

BR-304

  • Mossoró (Km 33)
  • Assu (Km 106)

BR-405

  • Apodi (Kms 72 e 78)

BR-406

  • João Câmara (Km 100)

BR-427

  • Caicó (Km 104)
  • RN-O16, em Assu.
  • RN-O86, em Parelhas.
  • RN-O15, em Baraúna.

PRF FAZ ESCOLTA DE CAMINHÕES CARREGADOS DE QAV PARA OS AEROPORTOS DE NATAL, JOÃO PESSOA E FORTALEZA (FOTO: PRF/DIVULGAÇÃO)

 

 Com informações do G1 RN


Deixe um Comentário