Natal

Revisão do Plano Diretor de Natal estuda expansão em infraestrutura para a Zona Oeste da capital

BAIRRO CIDADE NOVA, ZONA OESTE DE NATAL. FOTO – REPRODUÇÃO GOOGLE – SAMYR OLIVEIRA

Dentro da revisão do Plano Diretor de Natal, a região Oeste continua sendo considerada uma área de expansão imobiliária para onde a capital deverá crescer. Nos últimos dez anos, mesmo caracterizada pela falta de serviços públicos e infraestrutura, a região, onde Natal se encontra com os municípios vizinhos Parnamirim e Macaíba, já vem experimentando esse crescimento com a chegada dos empreendimentos imobiliários, como os conjuntos habitacionais populares, que estão adensando, ou seja, concentrando mais pessoas por lá.

“Há 12 anos já se previa que a zona Oeste, aquela região do Planalto, seria área de grande expansão urbana e considerou-se a área para instrumento de melhorarias da infraestrutura. Na revisão do plano, continua com esse entendimento para adensar e verticalizar como área de grande expansão urbana superando, inclusive as zonas Leste e Sul juntas”, analisa o Secretário Adjunto de Planejamento da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), Thiago Mesquita.

Assim como na zona Norte, o crescimento populacional da região é grande, necessitando da melhoria de serviços e infraestrutura para que possa ser adensado. Isso tem ocorrido com maior percepção nos bairros Dix-sept Rosado, Cidade da Esperança e Planalto.

As propostas para desenvolver e promover o adensamento sustentável com o desenvolvimento da região Oeste passam tomam a zona Norte como referência, visto que o crescimento da mancha urbana da cidade está acontecendo no sentido Norte-Oeste. “Para esta região é preciso propor operações consorciadas e melhorias de infraestrutura como acontece zona Norte. Não se trata só de planejamento urbano mas de especulação imobiliária”, explica o secretário, destacando que quanto maior a melhoria em infraestrutura, mais interesse desperta na iniciativa privada.


Deixe um Comentário