Política

Reinauguração da estação brasileira na Antártica é adiada para quarta-feira

O NOVO PRÉDIO, QUE FICA NA ILHA REI GEORGE, NA BAÍA DO ALMIRANTADO, E FOI ERGUIDO AO LADO DA ATUAL BASE, QUE TEM ESTRUTURA PROVISÓRIA. FOTO: MAURICIO DE ALMEIDA – TV BRASIL

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, reinaugura nesta quarta-feira, 15, a Estação Comandante Ferraz, base de pesquisa do Brasil na Antártica. O mau tempo impediu a chegada de Mourão e das autoridades que vão participar da cerimônia. A informação foi confirmada pela Marinha.

A Estação Comandante Ferraz foi criada em 1984, mas em 2012 sofreu um incêndio de grande proporções. Na ocasião, 2 militares morreram e 70% das suas instalações foram perdidas. O governo federal investiu cerca de US$ 100 milhões na obra, e a unidade recebeu os equipamentos mais avançados do mundo. No local, pesquisadores vão realizar estudos nas áreas de biologia, oceanografia, glaciologia, meteorologia e antropologia.

“(A estação)  vai dar melhores condições de trabalho aos nossos pesquisadores, vai manter nossa presença no trabalho que está sendo feito pela comunidade científica internacional, de buscar respostas e avanços no conhecimento, na tecnologia, outras áreas que são pesquisadas lá. Ao mesmo tempo, permite que a Marinha faça um adestramento em termos de logística, em termos de deslocamento em águas, que não são tão tranquilas assim”, afirmou Mourão.

Poder360



Comente aqui