Coluna

Refletores da Fama

refletores da fama

INFELIZMENTE…

Só extiste no papel. Como tantas outras existentes no País, a lei de proteção ao idoso nasceu e morreu sem sair do Papel. Foi assim, continua e continuará sendo neste Brasil em que vivemos.

O QUE ESTÁ ESCRITO

No Estatuto do Idoso: “Nenhum idoso será objeto de qualquer tipo de negligência, discriminação, violência, crueldade ou opressão, e todo atentado aos seus direitos , por ação ou omissão, será punido na forma da lei”.
Ah! Que bom se fosse verdade.

BASTA UMA

Mesmo uma vida com muitos méritos não basta para perdoar uma única violência contra o ser humano. (Manzoni).

HUMOR

No dia em que o governo brasileiro comprar um circo, no dia seguinte o anão começará a crescer. (Delfim Netto: economista, ex-ministro da Fazenda).

COSPE FOGO

O que Lula disse ( em 18.6.21). Fui condenado com base numa mentira. Eu disse a Moro: Você está condenado a me condenar. Porque você mentiu. O Ministério Público mentiu. O delegado da Polícia Federal mentiu. Todos vocês já mentiram demais. Eu tinha certeza que provaria que Moro era mentiroso.

AGUA NO FOGO

A opinião é do (ainda) ministro do STF, Marco Aurélio Mello, sobre o ex-juiz Sérgio Moro: “Um herói nacional não pode se tornar execrado da noite para o dia”.

ESQUECIDA, MAS PRESENTE

Um dos flagelos do século XX, a Aids continua presente no Rio Grande do Norte. De acordo com o relatório da Secretaria estadual de Saúde Pública, houve na última década aumento de 55%, principalmente entre pessoas de 20 aos 29 anos de idade. Em 2020 foram notificados 586 casos, sem, porém, a localização municipal das ocorrências.

METENDO A MÃO NO NOSSO BOLSO

Cada dia o governo fica mais rico e o povo mais pobre com os contínuos e múltiplos aumentos do custo de vida. A partir deste mês a chamada bandeira vermelha ficou mais cara, alcançando o recorde histórico de 52%, com cada 100 KWH, que era de R$ 5,24 pulando para R$ 9,49. Com outro aumento, o jeito é voltar à iluminação das velas.

GENTE

O advogado e escritor Diógnes da Cunha Lima foi nomeado Conselheiro Nacional do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. É o único potiguar integrando atualmente a célebre Instituição criada na década de 30 pelo então ministro Gustavo Capanema.

O SABER DO POVO

Atos valem mais do que as promessas dos políticos.



Comente aqui