Coluna

Refletores da Fama

refletores da fama

O RECORD DA MORTE

Brasil teve pela primeira vez mais de 3 mil mortes em um dia. Total: 3.158 óbitos. Uma tragédia iniciada e acelerada a partir das festas natalinas e do fim do ano.

FIM DO COMPLEXO

O brasileiro livrou-se pela primeira vez do complexo de vira-lata em relação aos americanos. Nossa média diária de mortes pela Covid-19 ultrapassou EUA.

O QUE ELES TEM EM COMUM?

Joe Biden, Boris Johnson, Wladimir Putin, Benjamin Netanyahu, Nicolás Maduro, General Heleno, estão vacinados.

A MUDANÇA

“Os políticos e as fraldas devem ser trocadas de tempos em tempos pelo mesmo motivo”. (Eça de Queiroz).

BALAS DO STF

Gilmar Mendes foi o astro do dia e da noite na televisão desta última terça-feira (23). Em desempenho notável, pela agressividade, pela intimidação pessoal, triturou os colegas que discordavam dele. E com a acovardada mudança de voto de Carmen Lúcia, jogou o juiz Sérgio Moro na cova das serpentes.

Foto: Jornal Record

RIO, S.O.S.

O navio carioca afundou com o peso dos mortos. O Rio de Janeiro está pedindo ajuda urgente ao Governo Federal para leitos, respiradores, medicamentos, que estão faltando nas UTIs da rede pública.

EU (TAMBÉM) QUERO RESPIRAR

Porta-voz das industrias da fabricação de oxigênio comunicou aos governos estaduais e ao Ministério da Saúde: “Nossa capacidade são finitas”.

TODOS SÃO IGUAIS

Nem todos os brancos têm alma negra, nem todos os negros têm alma branca”.

QUEM DISCORDA?

“Ninguém no Executivo, no Legislativo e no Judiciário é freira ou santo. Não estamos vivendo num convento”, (Presidente Lula: 2009).

SOMENTE, ÀS VEZES.

Aqui se faz, aqui se paga. Mesmo que deixe de fazer o que nunca deveria ter feito por tanto tempo e por tantas vezes, a imagem de Bolsonaro não mudará para a maioria da população. E foi ele quem jogou fora a bandeira de guerreiro contra o dragão do vírus, ao deixar de fazer o que como Presidente tinha a obrigação de fazer.

NA PORTARIA DA ACADEMIA DE LETRAS

“O senhor marcou encontro com alguém?”.
“Não. Venho visitar amigos”.
“Amigos?”.
“Sim. Sou Acadêmico”.
Diante da surpresa da recepcionista, acrescentou.
“Sei que não tenho cara nem jeito de Acadêmico. Mas foram eles que me elegeram”.
“Desculpe, senhor. Mas para entrar o protocolo exige terno e gravata”.
O impasse foi superado com a chegada de Murilo Melo Filho.
“Ele está comigo”.
Ele era Ariano Suassuna.


Comente aqui