Coluna

Refletores da Fama

refletores da fama

O POVO QUER RESPIRAR

Colapso e caos na Saúde do Amazonas. Pessoas estão morrendo por falta de oxigênio. Solução foi transferir pacientes para outros Estados. Por que o governo do Estado e a Prefeitura de Manaus não levaram em conta o anunciado pique pós Natal e Ano Novo.

O DILEMA DOS MÉDICOS

“Como posso julgar quem salvar, quem merece viver?” – dramático desabafo de um médico de Manaus.
O dever universal do médico é salvar vidas. Os governos estaduais e municipais estão transferido para a classe médica o poder Divino sobre a vida e a morte.

COMO SÃO AS COISAS

O governo da Venezuela autorizou à venda de oxigênio para o governo do Amazonas.

VOZ DO POVO OU DA MORTE?

A tragédia do Amazonas foi o replay da tragédia de 2020. Mas o governou não aprendeu a lição com os erros cometidos. Ignorou também o previsível e anunciado pique de fim-de-ano.
O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), escancarou as portas para o vírus ao revogar o decreto de dezembro que restringia parte das atividades econômicas.
Com as pessoas morrendo sem oxigênio para respirar, Manaus batendo recordes de óbitos e transferindo moribundos para outros Estados, Wilson Lima disse que “não se arrependeu”.
E justificou o seu erro criminoso revelando: “Era preciso ouvir a voz das ruas”.
Ou atendeu as vozes das Trevas?

Foto: ISTOE

MANCHETE MUNDIAL

Joe Biden apresentou pacote econômico de US$ 1,9 trilhão e vai dobrar o Salário Mínimo.

PONTO DE VISTA

Muito mais importante que o resultado do segundo turno das eleições deste domingo para definir posições e articulações preparatórias ao embate nacional de 2022 é a escolha dos presidentes da Câmara e do Senado.
Na verdade, o mundo político considera importante mesmo a escolha dos deputados, porque em fevereiro eles definirão com poder de vida ou de morte sobre pedidos de impeachment contra o presidente da República (Dora Kramer: 2.12.2020).

FRASE

“A burrice não tem fronteiras ideológicas” (Roberto Campos).

E AGORA?

Foi o próprio presidente Bolsonaro quem afirmou em entrevista na televisão que o Auxílio Emergencial não será renovado em 2021.
Também disse que o governo não vai tabelar o preço dos alimentos da cesta básica.
Somente vão tirar o pão da boca do pobre?

NOVA MUTAÇÃO NO BRASIL

Foi localizado no Reino Unido a terceira mutação do novo coronavírus no Amazonas. Consequência imediata: o governo britânico proibiu a entrada de brasileiros. A primeira mutação surgiu na Inglaterra e a segunda na África do Sul

FARPAS

“Presidente Bolsonaro é um facínora” – João Doria.
“O governador de São Paulo é um moleque” – Bolsonaro
“O ministro da Saúde é um mentiroso” – João Doria

COLUNISTAS

Bolsonaro e Doria apostam corrida maluca pela vacina. (Marcelo Leite: Folha de S. Paulo).

E NÃO VAI ACONTECER NADA?

Na tragédia do Amazonas não há inocentes. A prefeitura de Manaus gastou um milhão e 500 mil Reais na decoração natalina.
Extrema irresponsabilidade social e econômica com o dinheiro público desviado da Saúde Pública. E vai ficar por isso mesmo?
Com a Justiça acobertando esse tipo de crime administrativo e assegurando a impunidade dos culpados?

FAÇA SUA PARTE

Rezar é bom. A fé ajuda na recuperação dos doentes. Às vezes, é a última esperança que resta. Mas não espere que Deus faça o que você poderia ter feito e não fez. Cabe a cada um cumprir as conhecidas recomendações médicas para evitar a contaminação do coronavírus.

VATICANO

Francisco, 84 anos, Bento, 93 anos, tomaram a vacina. Mas, como a Rainha Elizabeth e o Príncipe Philip, não permitiram a presença dos fotógrafos.

HUMOR?

Saiu nas redes sociais que Lula concordou em tomar a vacina, mas em Cuba.

RIO, AI DE TI

Somente neste sábado (16) foram registrados 164 óbitos e 4.067 novos casos da Covid 19 no Rio de Janeiro. O Estado completou 11 dias consecutivos de alta na média móvel de mortes. A soma de óbitos (desde o início da pandemia) já passou dos 27 mil e 500 em 92 munícipios fluminenses.
E, segundo as previsões dos médicos, ainda não foi alcançado o pique previsto pelas festas de fim de ano e a contínua aglomerações das praias.


1 Comentário

Deixe uma resposta para Fábio napoliao Cancelar resposta