CORONAVÍRUS

#QUEREMOSTRABALHAR: Ambulantes interditam Ponte da Redinha em protesto contra fechamento do comércio

FOTO: ILUSTRAÇÃO

Vários ambulantes que trabalham na Praia do Meio, além de vendedores autônomos de outros segmentos, interditaram na manhã desta quinta-feira, uma das vias da Ponte Newton Navarro, na Redinha, em protesto ao fechamento do comércio na capital potiguar, em decorrência das medidas preventivas ao coronavírus. A Polícia Militar precisou intervir para dispersar manifestantes, que ainda se concentram nas mediações.

Segundo o Governo do Estado, o prazo estabelecido pelo Decreto Estadual nº 29.541, de 20 de março de 2020, para a suspensão de funcionamento de todos os restaurantes, lanchonetes, praças de alimentação, praças de food truck, bares e similares fica prorrogado até o dia 02 de abril de 2020.

Ao que tudo parece, o pânico de passar fome e/ou ficar desempregado vem contagiando cada vez mais a população, sobressaindo da histeria coletiva diante do contágio ao COVID-19. Caso o período de quarentena perdure mais, é possível que uma onda de indignação geral seja causada pela camada mais pobre da sociedade, podendo gerar caos social e, consequentemente, atos de vandalismo ao comércio, a exemplo dos saques a lojas e mercados.



Deixe um Comentário