Brasil

PSL suspende Eduardo Bolsonaro e pune outros 17 deputados

EDUARDO DEVE SER DESTITUÍDO DA LIDERANÇA DA BANCADA NA CÂMARA DOS DEPUTADOS. JORGE WILLIAM / AGÊNCIA O GLOBO

O diretório nacional do PSL confirmou na tarde desta terça-feira, 3, a suspensão do deputado federal Eduardo Bolsonaro por 12 meses e a punição de outros 17 deputados da legenda que compõem ala bolsonarista na Câmara. Segundo o 2º vice-presidente do diretório Júnior Bozzella (PSL-SP), foram 14 suspensões e 4 advertências.

Com isso, Eduardo deve ser destituído da liderança da bancada na Câmara dos Deputados. Bozzella afirmou que uma nova lista deve ser feita para eleger um deputado para a posição. Ele também diz que o diretório do PSL em São Paulo, presidido atualmente por Eduardo, foi dissolvido.

Bolsonaro deixou o PSL depois de uma rixa com o presidente do partido, o deputado Luciano Bivar (PSL-PE). Desde então, tem se articulado para fundar uma nova sigla a tempo para a disputa das eleições municipais de 2020, a Aliança pelo Brasil.

Na última quarta-feira, 27, a Comissão Executiva do PSL havia sugerido essas punições. As medidas foram aprovadas no início desta tarde, por unanimidade, pelo colegiado do diretório nacional.

Veja a lista de suspensões e advertências confirmadas:

  • Eduardo Bolsonaro (SP) – suspensão por 12 meses
  • Alê Silva (MG) – suspensão por 12 meses
  • Daniel Silveira (RJ) – suspensão por 12 meses
  • Bibo Nunes (RS) – suspensão por 12 meses
  • Sanderson (RS) – suspensão por 10 meses
  • Carlos Jordy (RJ) – suspensão por 7 meses
  • Major Vitor Hugo (GO) – suspensão por 7 meses
  • Bia Kicis (DF) – suspensão por 6 meses
  • Carla Zambelli (SP) – suspensão por 6 meses
  • Filipe Barros (PR) – suspensão por 6 meses
  • Márcio Labre (RJ) – suspensão por 6 meses
  • General Girão (RN) – suspensão por 3 meses
  • Junio Amaral (MG) – suspensão por 3 meses
  • Luiz Philippe de Orleans e Bragança (SP) – suspensão por 3 meses
  • Hélio Lopes (RJ) – advertência
  • Coronel Armando (SC) – advertência
  • Aline Sleutjes (PR) – advertência
  • Chris Tonietto (RJ) – advertência

Poder360



Deixe um Comentário