Cultura

Proarte RN incentiva participação de artesãos no Mercado Livre

PLATAFORMA POSSUI 600 PRODUTOS CONFECCIONADOS POR QUASE 50 PROFISSIONAIS. FOTO: ASSECOM

Artesãs e artesãos do Rio Grande do Norte já podem comercializar seus produtos na Loja Oficial do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) no Mercado Livre (https://loja.mercadolivre.com.br/loja-do-artesanato-brasileiro), plataforma de comércio eletrônico que já conta com mais de 600 produtos confeccionados por cerca de 50 profissionais do segmento cadastrados no programa.

De acordo com a subcoordenadora do Programa Estadual do Artesanato do RN (Proarte), Graça Leal, da Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Graça Leal), a Loja Oficial do PAB no Mercado Livre é mais uma opção que artesãs e artesãos do RN têm para comercialização de seus produtos, agora, em plataforma virtual.

O Rio Grande do Norte tem 9.385 profissionais inscritos no PAB e é o sétimo estado do país em número de artesãos cadastrados no Programa até dia 1º de junho de 2021. O Proarte RN este ano selecionou 43 artesãs, artesãos e entidades representativas para participar da 26ª Fiart – Feira Internacional do Artesanato ocorrida dias 4, 5 e 6 de junho em modelo totalmente online.

Graça Leal destaca que para participar da loja, os profissionais do artesanato têm de ser cadastrados no PAB e com SICAB válido. Só assim vão poder enviar seus anúncios por meio do formulário de inscrição (https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSchf4oQ_67JwB8oa9MPfq78FU7-mVxmenk8hW5lcbggtBh58g/viewform).

A Loja do PAB no Mercado Livre, compara Graça Leal, é semelhante ao modelo adotado pela Espacial Eventos, promotora e realizadora da Fiart – Feira Internacional de Artesanato. A comercialização dos produtos de artesãs e artesãos do RN inscritos na Fiart é feita de forma virtual pelo www.fiart.com.br. O site estará ativo até janeiro de 2022.

MERCADO

A loja virtual é uma iniciativa da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia (Sepec/ME) por meio de sua Subsecretaria de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas, Empreendedorismo e Artesanato (Sempe). A loja virtual já conta, na plataforma de comércio eletrônico, com mais de 600 produtos confeccionados por cerca de 50 artesãos cadastrados no programa.

Com a Loja, o PAB quer apoiar a inclusão digital e financeira de profissionais cadastrados no Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro (Sicab), por meio de capacitações, venda de produtos no marketplace e soluções financeiras, potencializando a geração de trabalho e renda, ressalta o subsecretário da Sempe, Michael Dantas. 

Gerente de Sustentabilidade do Mercado Livre no Brasil, Laura Motta ressalta que “a ação reforça o compromisso do Mercado Livre com a democratização do comércio eletrônico e com a inclusão digital e financeira dos artesãos, dando visibilidade aos seus produtos e facilitando o acesso aos consumidores de todo o Brasil”.

Nesta fase inicial do projeto foram mobilizados gestores do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), coordenadores de artesanato dos estados e representantes da Confederação Nacional de Artesanato para que conhecessem o ecossistema de soluções do Mercado Livre. Além disso, foi realizado um webinar ao vivo e gratuito sobre como vender na plataforma para cerca de cinco mil artesãs e artesãos de todo o Brasil.

Estão sendo preparados novos materiais e capacitações gratuitas sobre as ferramentas digitais do Mercado Livre buscando incluir cada vez mais artesãos na loja oficial do Programa.

As ações do Programa têm possibilitado a consolidação do artesanato brasileiro enquanto setor econômico de forte impacto no desenvolvimento das comunidades,frisa o coordenador-geral de Empreendedorismo e Artesanato da Sempe, Fábio Silva. 


Comente aqui