Jurídico

Presidente da Câmara de Ielmo Marinho vai a júri popular por tentativa de homicídio contra PM

FOTO: DIVULGAÇÃO

O presidente da Câmara Municipal de Ielmo Marinho, Junior do Mercadinho, vai a julgamento em júri popular pela tentativa de homicídio contra um policial militar. Junior, que é filiado ao Partido Liberal e aliado do pré-candidato a prefeito Fernando de Canto de Moça, efetuou disparos contra o PM Mário Heverton Pereira da Silva, após uma discussão e briga física por conta de uma denúncia de perturbação por som alto. O caso ocorreu no dia 17 de junho de 2012, no distrito de Canto de Moça, zona rural da cidade da Grande Natal.

De acordo com a sentença proferida pelo juiz Felipe Luiz Machado Barros – Juiz de Direito titular da 3ª Vara da Comarca de Macaíba-RN, os envolvidos têm até essa terça-feira (7) para apresentarem as testemunhas que irão depor em plenário, em número máximo de até cinco pessoas.

Segundo relatos, devido a uma denúncia de som alto, provocada pelo irmão de Junior, conhecido como Damião, os dois se envolveram em uma discussão, com voz de prisão do policial e, em seguida, culminando em uma briga corporal. O desfecho terminou com os disparos de arma de Junior contra o policial militar, que atingiram os carregadores da pistola as quais eram portadas pelo agente público, na linha da cintura, que o livrou de ser alvejado.



Comente aqui