CORONAVÍRUS

Prefeitura do Natal continua com a vacinação para população em situação de rua

FOTO: DIVULGAÇÃO

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS Natal) destinou cerca de 300 doses da vacina de Oxford para imunizar os moradores em situação de rua que ainda não foram vacinados contra a Covid-19 no município. A ação aconteceu nesta quarta-feira (7), em uma estrutura montada na Toca de Assis, destinada aos moradores que não fazem parte de programas de cobertura municipal como os do Centro Pop ou do Albergue Municipal, já contemplados anteriormente.

A imunização desse público está contemplada no Programa Nacional de Imunização contra a Covid-19, e a intenção é imunizar essa população por ser um grupo que possui um risco maior de exposição e transmissão do vírus. “Nossa equipe do consultório de rua trabalha com a vacinação e os cartões vacinais para essa população, e dando as orientações que daqui a três meses será aplicada a segunda dose, já que estamos trabalhando com a vacina de Oxford”, comenta Alessandra Pierre, Coordenadora do Consultório na Rua de Natal, da equipe responsável pela vacinação no local.

O cadastro dos moradores foi realizado previamente por grupos de voluntários que trabalham com essa população. Foi gerado, então, um cartão de identificação com o nome e o local onde esses moradores geralmente se concentram, para assim articular melhor a vacinação. “Estamos atendendo aos moradores de rua de todos os distritos sanitários de Natal, então aqui podemos ampliar a oferta para esse público. Contamos com alguns ônibus que buscam esse pessoal em seu local de origem. Nós os vacinamos e eles são levados novamente para seus locais.”, afirma a coordenadora.

A vacinação da população em situação de rua ocorreu na Toca de Assis, que forneceu a estrutura para a realização da imunização, além de fornecer lanches e água para os moradores que compareceram ao local. A ação contou também com o apoio de vários parceiros voluntários, como do GP União, Movimento População de Rua, Pastoral do Povo de Rua e da Semtas, que forneceu os ônibus para transportar os moradores até o local de vacinação.


Comente aqui