Cidades

Prefeitura do Natal confirma construção de condomínio residencial em Mãe Luíza

O TITULAR DA SEHARPE, CARLSON GOMES, CELEBROU A GARANTIA DOS RECURSOS E A PROJEÇÃO DO FIM DA ANGÚSTIA DAS FAMÍLIAS. FOTO: ALEX REGIS

Moradia digna e de qualidade. Esse é um dos lemas da política habitacional implementada pela gestão municipal. A próxima iniciativa da Prefeitura do Natal na área será a construção de um empreendimento imobiliário no bairro de Mãe Luíza, com 29 unidades habitacionais, contemplando as famílias atingidas pelo desabamento ocorrido em 2014, devido à força das chuvas naquele período.

A Secretaria Municipal de Habitação, Regularização Fundiária e Projetos Estruturantes (Seharpe) está elaborando o edital de licitação da obra. A expectativa é que os serviços comecem em dezembro deste ano e tudo seja finalizado no segundo semestre de 2020. Serão investidos R$ 2,5 milhões na construção. Os recursos serão encaminhados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional e fazem parte do programa Minha Casa, Minha Vida.

O condomínio habitacional foi todo projetado pela equipe da Seharpe e estará situado na avenida João XXIII, bem próximo à delegacia da comunidade. Os apartamentos contarão com sala, cozinha, banheiro, dois quartos e área de serviço e equipamentos de lazer. Todas as unidades também foram contempladas com acessibilidade para pessoas com deficiência.

O titular da Seharpe, Carlson Gomes, celebrou a garantia dos recursos e a projeção do fim da angústia das famílias do bairro de Mãe Luíza, que desde 2014 aguardavam um desfecho sobre as novas moradias. O secretário explicou que no episódio do desabamento, 26 famílias tiveram suas residências totalmente destruídas e outras 46 parcialmente destruídas. Do universo dos que perderam seus imóveis, 13 já haviam conquistado apartamentos no Condomínio Village de Prata, no Planalto, e as outras 13 famílias restantes serão contempladas com unidades nesse residencial em Mãe Luíza. No conjunto das pessoas que tiveram as casas parcialmente destruídas, a gestão municipal havia solucionado a situação de 30 delas. As outras 17 serão beneficiadas agora com o novo condomínio.

“Conseguimos a liberação dos recursos, com muito empenho e, graças à determinação do prefeito Álvaro Dias, que nos cobrava diariamente uma solução para o caso. O Governo Federal mostrou muita sensibilidade ao nosso pleito e agora estamos agilizando os trâmites para lançar o edital licitatório para que a empresa vencedora comece logo os serviços”, disse Carlson Gomes.

Ainda nessas tratativas junto ao Governo Federal, Carlson Gomes informou que a Prefeitura recebeu a sinalização positiva para a liberação de R$ 6 milhões, que serão aplicados na construção de uma escola municipal e um centro municipal de educação infantil no condomínio Village de Prata, no Planalto. Ele disse que vai se reunir com a equipe da Caixa Econômica Federal para apresentar os projetos da obra. Por falar em Village de Prata, a gestão municipal projeta para o mês de outubro a entrega do último bloco de apartamentos. Nesta fase final, serão ofertadas 449 unidades habitacionais.


Deixe um Comentário