Saúde

Prefeitura de Parnamirim e UFRN desenvolverão projeto para atendimento ao idoso

Parnamirim foi escolhida para desenvolver junto com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) um projeto voltado para o aprimoramento do atendimento aos idosos do município. O projeto é uma iniciativa da UFRN, que foi vencedor de um edital da Secretaria Nacional de Defesa do Direito da Pessoa Idosa, que premiou os três melhores projetos do país nessa área.

O projeto será realizado inicialmente no Bairro de Monte Castelo e seguirá várias etapas. A primeira delas será o monitoramento das condições de saúde dos idosos com a utilização de tecnologias de apoio ao diagnóstico, ao tratamento e às intervenções desse grupo social.

Em paralelo a esse monitoramento, serão desenvolvidas uma série de outras ações em parceria com a Prefeitura. Uma delas é trabalhar juntos ao alunos da rede pública de ensino municipal e aos pais, informações sobre o idoso, do ponto de vista da saúde, da sua cidadania, do respeito e sua dignidade.

De acordo com o professor, Álvaro Campos Cavalcanti, docente do Departamento de Fisioterapia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e coordenador do projeto, a parceria com o município nasceu do desenvolvimento de um outro projeto voltado para acompanhamento de mulheres na menopausa.

“A partir de toda essa disponibilidade que Parnamirim sempre nos proveu nós entendemos que o município reunia todas as possibilidades para que pudéssemos trazer esse projeto para a cidade”, explicou.

Uma outra iniciativa do projeto será a promoção de um concurso, no qual os próprios idosos escolherão a logomarca do projeto. O melhor desenho será premiado.

Ainda de acordo com o professor, a ideia é expandir a iniciativa para outras áreas da cidade. “Inicialmente nós estamos contando com o apoio da secretaria de saúde, assistência social, e da saúde, mas a ideia é que possamos estender o convite para as demais secretarias para que todas possam estar envolvidas nessa melhora da assistência ao idoso”, declarou.

Como resultado final, o professor espera que, de fato, o atendimento à pessoa idosa ocorra de forma mais eficiente e consequentemente que ele seja estendido para todo o município.



Deixe um Comentário