Cidades

Prefeitura de Parnamirim e ONG se unem no combate à mortalidade materna

O Prefeito Rosano Taveira recebeu hoje (22) em seu gabinete, representantes do Centro Nordestino de Medicina Popular (CNMP), uma organização não-governamental (ONG) que atua no Rio Grande do Norte e no estado de Pernambuco, na redução da morbidade e mortalidade materna.

A coordenadora do projeto “Mulheres Doulas, Articulando Vidas”, Vânia Araújo e a enfermeira obstetra Clarissa de Leon participaram desta primeira reunião com o Prefeito Taveira e o Secretário Municipal de Saúde, Dr. João Albérico.

A palavra doula, pouco usada pelo cidadão comum, vem do grego e significa “mulher que serve”, sendo hoje utilizada para referir-se à mulher sem experiência técnica na área da saúde, que orienta e assiste a nova mãe no parto e nos cuidados com bebê.

“Esse encontro soma forças na atenção e no cuidado que a nossa gestão tem priorizado junto aos cidadãos, neste caso específico, em relação às mulheres grávidas e àquelas com filhos recém-nascidos”, disse o Prefeito Taveira.

De acordo com a coordenadora da ONG Mulheres Doulas, Vânia Araújo, a ideia é oferecer capacitações para gestores da Saúde, em três encontros a partir de janeiro de 2018, no sentido de planejar ações para reduzir a morbidade e mortalidade materna.

O termo morbidade significa designar o conjunto de casos de uma dada doença ou a soma de agravos a saúde que atinge a um determinado público, em lugar epecífico, dentro de um determinado intervalo de tempo.

“Parnamirim tem oferecido uma assistência excelente de serviços de saúde às mulheres grávidas, no pré-natal, e oportunizado o acompanhamento pós-parto por profissionais experientes. Queremos continuar investindo para que essa realidade mantenha um padrão de serviço cada vez mais elevado”, encerrou o Secretário de Saúde, João Albérico.



Deixe um Comentário