Mundo

Portugal intercepta jatinho brasileiro com carga de cocaína avaliada em R$ 40 milhões

FOTO: DIVULGAÇÃO

A Polícia Judiciária de Portugal (PJ) interceptou no aeroporto de Lisboa um jatinho brasileiro com cerca de 170 kg de cocaína, distribuídos em oito malas de viagens. A carga foi avaliada em 6 milhões de euros, quase R$ 40 milhões na cotação atual. Segundo a polícia, a quantidade era suficiente para compor mais de 1,7 milhões de doses individuais do entorpecente.

A operação denominada “White-wing” (Asa branca, na tradução para o português) foi realizada no dia 1º, mas divulgada apenas na última segunda-feira pelas autoridades. Foram detidos cinco homens, dois portugueses e três brasileiros, com idades entre 26 e 44 anos. Os três brasileiros ficaram presos preventivamente e outros suspeitos vão se apresentar à polícia portuguesa posteriormente. A identidade deles não foi revelada.

— Há vários braços e várias funções diferentes na organização criminosa. Nem todos eles tem a mesma função no grupo, por isso a diferença nas medidas adotadas. Estamos em colaboração com as autoridades brasileiras e sabermos que um dos presos tinha antecedentes criminais. Não por esse crime, mas por outros. A organização, porém, ainda não foi identificada — disse Rui Sousa, Coordenando da Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estorpecentes da Polícia Judiciária, em entrevista a emissora “RTP”.

Os suspeitos se passavam por viajantes executivos e autoridades acreditam que a mesma rota já havia sido feita outras vezes. Segundo a PJ, o jato apreendido era um bimotor Westwind. Foi a primeira operação policial no país que apreendeu uma aeronave do tipo. Segundo o jornal português “Correio da Manhã”, o jatinho pertence a uma empresa de Minas Gerais.

Extra


Comente aqui