Mundo

Portugal anuncia confinamento geral para conter nova onda de covid-19

PRIMEIRO-MINISTRO DE PORTUGAL, ANTÓNIO COSTA, DURANTE O ANÚNCIO DAS NOVAS MEDIDAS DE RESTRIÇÃO NO PAÍS. FOTO: REPRODUÇÃO/TWITTER

O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, anunciou nessa 4ª feira (13.jan.2021) novas medidas de restrição para conter a alta dos casos de covid-19. A partir de 6ª feira (15.jan), todos os cidadãos têm “dever de recolhimento obrigatório” e o comércio não essencial deve fechar.

“Sabemos bem o que custa sacrificar a liberdade, mas todos sabemos que a vida não tem preço”, declarou o premiê.

O governo determinou 2 dias de exceção ao recolher obrigatório: 17 e 24 de janeiro. Ambas são datas do calendário eleitoral português. A 1ª é o dia para o voto antecipado, para quem estará fora do domicílio eleitoral em 24 de janeiro, quando ocorre a votação para presidente.

O país teve na 4ª feira (13.jan) o pior dia da pandemia, com recordes de novos casos (10.556) e mortes pela doença (156). Portugal registrou, até as 5h desta 5ª feira (14.jan), 507.108 casos e 8.236 mortes pela covid-19, segundo o Worldometer.

Poder360


Comente aqui