Sem categoria

Polícia deflagra 2ª fase da Operação “Seth” e desarticula grupos que se passavam por agentes de segurança

FOTO: DIVULGAÇÃO

Policiais civis da Delegacia Municipal (DM) de Macaíba deram continuidade, nesta segunda-feira (27), à Operação “SETH”, com o objetivo de investigar e desarticular a ação de grupos criminosos armados que têm atuado na cidade de Macaíba e circunvizinhas, praticando crimes como homicídios e roubos nas propriedades rurais, além de outras violências nas áreas urbanas, em alguns casos se passando por agentes de segurança pública.

Nesta segunda fase, em ação conjunta com apoio da Força-Tarefa do Ministério da Justiça (FT NUDEM Mossoró/RN – SEOPI) e o 11º Batalhão de Polícia Militar, ocorrida na Comunidade Rio da Prata, zona rural de São Gonçalo do Amarante, foram cumpridos mandados de prisão em desfavor de João Belarmino de Souza Filho, 51 anos, e seu filho Hiago Filipi Morais Souza, 29 anos, que já se encontrava recluso no sistema prisional, em decorrência da prisão durante a primeira fase da operação.

Segundo as investigações, os suspeitos são apontados como chefes de um grupo armado que presta serviço de segurança privada nas propriedades rurais e urbanas nas cidades de Macaíba e São Gonçalo do Amarante, mas a suspeita da prática ilícita não se restringe à irregularidade da prestação do serviço e do crime de porte ilegal de arma de fogo. Eles são suspeitos também pela autoria de crimes de maior relevância como homicídios, em Macaíba.

Ainda durante as investigações, foi possível comprovar que os suspeitos  estavam se apresentando como policiais civis para realizarem a invasão em uma residência e, em seguida, cometerem diversos crimes. Hiago Filipi já havia sido preso outras três vezes, sendo duas por porte ilegal de arma de fogo e uma em decorrência de violência doméstica contra mulher.

Já seu pai, João Belarmino, servidor público, é investigado por possível crime de lesão corporal seguida de morte, em Ceará-Mirim, durante uma ocorrência de som alto, em julho deste ano, tendo a vítima ido a óbito devido às lesões causadas pelo suspeito. Além disso, João Belarmino está com porte e posse de arma de fogo suspenso por decisão judicial devido a um caso de violência doméstica. Durante a ação, ele estava em posse de uma arma de fogo e munições.

João Berlamino foi conduzido até a delegacia para autuação em flagrante pelos crimes de posse ilegal de arma de fogo e por descumprimento de medidas protetivas e, em seguida, foi encaminhado ao sistema prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça.

A Polícia Civil solicita que as vítimas que reconhecem o suspeito como autor de crimes procurem a Delegacia Municipal de Macaíba, o mais breve possível, ou entrem em contato, de forma anônima, pelo Disque Denúncia 181 ou pelo número da DM de Macaíba (84) 98114-4042, por meio do aplicativo WhatsApp.

Operação “SETH”

O nome da operação remete à mitologia egípcia, na qual SETH é apontado como o deus da confusão, da desordem e da perturbação, tendo como características a fúria, a crueldade, o sofrimento e outras negatividades. Os possíveis crimes praticados por esses grupos investigados, embora alguns deles se intitulem como “justiceiros”, podem ter tido motivações como “ciúmes”, “discussões banais”, “domínio de territórios”, “queima de arquivos” e outras vaidades, provocando desassossego social.


Comente aqui