Polícia

Polícia Civil prende segundo suspeito de arrastão em clínica que acabou com PM baleado em Natal

DOWGLLAS JOHNN DA SILVA MARINHO, CONHECIDO COMO GORDO, 27 ANOS.

Uma equipe da 4ª Delegacia de Polícia Civil deu cumprimento a um mandado de prisão, nesta sexta-feira (14), em desfavor de Dowgllas Johnn da Silva Marinho, conhecido como Gordo, 27 anos. Ele é suspeito de participar de uma tentativa de latrocínio contra um policial militar que estava em uma clínica no bairro Barro Vermelho, na manhã de quinta-feira (13).

No mesmo dia do crime, a Polícia Civil iniciou a investigação e prendeu Romildo do Carmo de Oliveira, 37 anos, motorista do táxi utilizado para dar fuga aos criminosos do local da ação criminosa. Após a sua prisão, Romildo confessou que levou Dowgllas e outro homem ainda sem identificação para a realização do roubo na clínica.

Durante seu interrogatório, Dowgllas também confessou a sua participação na ação. Além deste crime, ele é apontado como autor de roubos a uma gráfica no bairro Petrópolis, em Natal.


Deixe um Comentário