Polícia

Polícia Civil deflagra operação contra tráfico e apreende 272 tabletes de maconha em Natal

FORAM ENCONTRADOS 272 TABLETES DE MACONHA, APROXIMADAMENTE 10KG DE SUBSTÂNCIA SIMILAR À COCAÍNA E 2 KG DE “CRACK”, ALÉM DE MATERIAIS UTILIZADOS PARA EMBALAR DROGAS. FOTO: DIVULGAÇÃO/POLÍCIA CIVIL

A Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) de Natal, divulgou nessa quarta-feira, 15, o resultado de uma operação contra o tráfico de drogas iniciada na terça-feira, 14. Durante a ação, um homem foi preso e foram apreendidos 272 tabletes de maconha, além de aproximadamente 10kg de substância similar à cocaína e 2 kg de “crack”.

As investigações foram iniciadas após o recebimento de uma denúncia anônima, informando que um veículo estava circulando no bairro de Felipe Camarão, com uma grande quantidade de drogas e que o condutor residia no bairro Nordeste, na Capital Potiguar.

No momento da ação, no bairro Mãe Luiza, foi abordado um carro modelo Nissan branco, que estava na posse de Francisco Camilo da Silva, conhecido como “Gato”, de 36 anos. No veículo, foi encontrado 1kg de maconha que seria entregue a um traficante da região.

Os policiais civis também identificaram um imóvel utilizado por Francisco Camilo para depósito de drogas e para refino das substâncias. Nessa residência, localizada no bairro de Felipe Camarão, foram encontrados 272 tabletes de maconha, aproximadamente 10kg de substância similar à cocaína e 2 kg de “crack”, além de materiais utilizados para embalar drogas.

Francisco Camilo já foi condenado pelo crime de posse ilegal de arma de fogo e cumpria uma pena restritiva de direito. Em outro processo, originado a partir de um inquérito policial da Delegacia Especializada em Acidente de Veículos (DEAV), ele foi investigado pelo crime de lesão corporal no trânsito.

Ele foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e em seguida encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.


Deixe um Comentário