Educação

Plataforma on-line mantém processo de aprendizagem para alunos da rede estadual de ensino do RN

FOTO: DIVULGAÇÃO

As aulas presenciais no Rio Grande do Norte estão suspensas oficialmente desde o dia 18 de março, devido à medida de distanciamento social, proposta pelas autoridades de saúde para conter o avanço da disseminação da Covid-19. Os efeitos da crise instalada pelo coronavírus no sistema de educação do Estado têm sido abrandados por uma parceria com a Plataforma Clickideia, na qual estudantes e professores acessam conteúdos, jogos, interativas, ferramentas de autoria e colaboração, formação continuada de professores on-line.

A Escola Estadual de Tempo Integral Paulo Abilio, no município de Umarizal, distante cerca de 334 km de Natal, tem utilizado a plataforma com os pais e os estudantes, como explica o diretor Glauber Dias. “Como o nosso público são crianças, a maioria acessa pelo smartphone do responsável.  Os pais avaliam de forma positiva e relatam que o portal é muito interativo e que o conteúdo leva a uma aprendizagem significativa”.

De acordo com Vanessa Perez, coordenadora de formação da Clickideia, a plataforma é um auxílio para os educadores em tempos de aulas presenciais suspensas. “Os alunos acessam as atividades produzidas pelos seus professores em casa. Eles estão realizando exercícios objetivos que são corrigidos automaticamente pelo sistema”, conta Vanessa. Os estudantes umarizalenses, por exemplo, têm aprendido com ajuda da plataforma o sistema monetário. “Enviei orientações para acessar o jogo ‘qual é o troco?’, assim reforçamos com o game as lições que foram ensinadas”, relata o diretor Glauber Dias.

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) estabelece que os municípios devem trabalhar com competências que ofereçam meios para que os alunos sejam capazes de compreender, utilizar e criar tecnologias digitais de informação e comunicação. O Secretário de Estado da Educação, Cultura, Esportes e Lazer do RN, professor Getúlio Marques, reafirma a importância desse modelo de ensino, principalmente com o distanciamento social.

“Esse momento é um ponto de inflexão no processo educacional, pois não se fará educação sem pensar no uso do meio digital. O portal Clickideia está sendo de grande valia para que a gente possa continuar com algumas ações que, se não substituem totalmente o processo de ensino e aprendizagem de uma aula presencial, ajuda muito para que essa interação entre professores e alunos continuem”, afirma o secretário.

Números

Na Secretaria Estadual de Educação do Rio Grande do Norte, 21 escolas utilizam a Plataforma Clickideia. São aproximadamente mil professores e mais de cinco mil estudantes conectados. Com o cancelamento dos encontros presenciais nessas escolas, o trabalho formativo foi reestruturado para arranjos virtuais passando a ser on-line e, o uso dos inúmeros recursos e funcionalidades, têm auxiliado na manutenção das aulas, o que pode ser confirmado pelo aumento nos acessos. Em março, início da suspensão das aulas, foram visualizadas 93.439 páginas da Plataforma. Em maio, este número já ultrapassou a marca de 1 milhão de page views.

Mas não só as escolas contempladas pela parceria estão sendo beneficiadas com o acesso aos conteúdos e ferramentas digitais. Educadores e gestores de escolas que não fazem parte do projeto também utilizam os recursos digitais disponíveis por meio do Projeto ClickSocial, uma ação que liberou acesso à plataforma durante a pandemia. “Criamos o ClickSocial e disponibilizamos para todas as escolas do país o acesso a centenas de materiais digitais educativos como videoaulas, hipertextos, jogos, atividades interativas, podcasts, exercícios, ferramentas de autoria. Com esta ação, estamos atendendo instituições de ensino em todos os estados brasileiros. Atualmente já temos mais de 400 escolas e 600 professores cadastrados”, finaliza Vanessa Perez.



Comente aqui