Brasil

Pelo menos 40 jornalistas foram bloqueados por autoridades nas redes sociais; não há registro no RN

FOTO: REPRODUÇÃO

Levantamento feito pela Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo) mostra que 40 jornalistas foram bloqueados em redes sociais por autoridades públicas em 2020. O número de bloqueios chega a 81, uma vez que 1 mesmo profissional pode ser impedido de acompanhar mais de uma pessoa em cargo público.

A associação considerou no levantamento as autoridades públicas que usam suas contas pessoais para divulgar atos oficiais.

Segundo a Abraji, entre os bloqueados há mais homens (28) e jornalistas da região Sudeste (31). Os profissionais atuam em veículos de imprensa de São Paulo (20), Rio de Janeiro (10) e Minas Gerais (1). Na sequência, vêm os que trabalham no Distrito Federal (6).

Para coletar os casos, a Abraji divulgou 1 formulário, mas também recebeu relatos por outros meios.

Entre as 12 mulheres bloqueadas está Cecília Olliveira, jornalista do Intercept Brasil. De acordo com a Abraji, ela acumula 6 bloqueios no Twitter: do presidente Jair Bolsonaro, do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), dos deputados federais Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e Marco Feliciano (Republicanos-SP), do ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente) e do secretário especial da Cultura, Mário Frias.

A Associação lembra que está em análise no Congresso o projeto de lei 2630/2020, conhecido como “PL das fake news”. O texto proíbe o bloqueio por parte de integrantes dos governos federal, estadual e municipal.

O artigo 18 do texto considera de interesse público as “contas de redes sociais utilizadas por entidades e órgãos da Administração Pública, direta ou indireta, e dos agentes políticos cuja competência advém da própria Constituição, especialmente detentores de mandatos eletivos dos Poderes Executivo e Legislativo da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios”. Também se inclui na lista as contas de ocupantes, no Poder Executivo, de cargos como ministros e secretários de Estado.

Poder360


Comente aqui