Internacional

Pedófilo preso pode ganhar fortuna com música usada em cena do filme ‘Coringa’

A FAIXA ROCK AND ROLL PARTY 2 FOI CO-ESCRITA POR GARY GLITTER. FOTO: GETTY IMAGES

Os fãs do Coringa reagiram furiosamente depois que foi revelado que o pedófilo condenado Gary Glitter pode ganhar muito dinheiro com uma de suas músicas. A faixa ‘Rock and Roll Part 2‘ – lançada em 1972 e co-escrita por Glitter – foi usada em uma cena importante do filme ‘Coringa‘, que chegou aos cinemas do Reino Unido na sexta-feira, 4.

Segundo o portal Daily Star, especialistas que trabalham na indústria cinematográfica estimam que Glitter – que foi condenado a 16 anos de prisão em 2015 – poderia embolsar milhares de dólares por permitir que os produtores usassem a música no filme. Ele também receberá royalties com base na bilheteria arrecadada nos cinemas. A faixa instrumental toca por cerca de dois minutos em uma cena em que o Coringa (papel de Joaquin Phoenix) dança por um longo lance de degraus enquanto se transforma completamente no vilão.

Os fãs reagiram furiosos à inclusão da faixa de Glitter e questionaram o julgamento dos diretores por usar uma música escrita por um pedófilo condenado. Um seguidor no Twitter escreveu: “Gary Glitter na trilha sonora é o maior horror”. Outro disse: “Eles estão literalmente pagando um pedófilo para usar sua música em um filme sobre as consequências do abuso infantil. Estou chocado – este filme é imoral”. Um terceiro acrescentou: “Não estava interessado no Coringa, mas alguém acabou de dizer que [o filme] está usando uma música de Gary Glitter… estou chorando”.

Glitter, que se chama, na verdade, Paul Gadd, foi considerado culpado de tentativa de estupro, quatro acusações de agressão indecente e uma por fazer sexo com uma garota com menos de 13 anos. Glitter, 75 anos, não demonstrou emoção ao deixar o Southwark Crown Court no dia da sua sentença. Apesar de receber críticas mistas desde o seu lançamento, o filme já arrecadou US$ 93,5 milhões nas bilheterias. Pheonix, 44 anos, impressionou os críticos por sua versão do vilão do Batman.

Com informações: Monet


Deixe um Comentário