Brasil

Pazuello pode responder por homicídio pelo caos em Manaus, dizem ministros do STF

MAGISTRADOS CHEGARAM ATÉ A COBRAR DE ARAS MEDIDAS MAIS ENÉRGICAS CONTRA O MINISTRO DA SAÚDE. FOTO: EBC

Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) passaram a defender de maneira reservada nos últimos dias a possibilidade de responsabilização criminal do ministro da Saúde Eduardo Pazuello em função da desorganização no sistema sanitário de cidades como Manaus.

Pazuello poderia responder até pelo crime de homicídio por omissão caso fique comprovado que já havia sido informado sobre os preocupantes níveis de estoque de oxigênio no Amazonas e que, mesmo assim, não tomou providências, dizem os magistrados.

De acordo com informações da Veja, integrantes do STF chegaram até cobrar do procurador-geral da República, Augusto Aras, que ele tome medidas mais enérgicas contra Pazuello. A resposta, no entanto, não foi animadora. “Já abrimos procedimento”, disse.

Aras é candidato à vaga no STF que será aberta com a aposentadoria compulsória do ministro Marco Aurélio Mello em julho. Ele tem dado indicativos de que também não pretende denunciar criminalmente o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) por seu comportamento durante pandemia.


1 Comentário

  • O Ministro Pazuello também pode não responder pelo crime de omissão por falta de sustentação da acusação.
    E o judiciário não pode provocar um processo, seria considerado incapaz de julgar o processo, se houver um processo.

Comente aqui