Geral Mundo

Papa pede uso de “armas do amor” contra terrorismo

Papa Francisco (Foto: EFE)

Papa Francisco (Foto: EFE)

Em mensagem de Páscoa, Francisco apela por fim da violência praticada por terroristas em vários países, como na Bélgica, e condena a rejeição de migrantes no momento em que a Europa enfrenta crise de refugiados.

O papa Francisco pediu neste domingo (27/03), em sua tradicional mensagem de Páscoa, que o mundo use as “armas do amor” para combater o mal da “violência cega e brutal” por trás dos ataques de Bruxelas, que deixaram 31 mortos e centenas de feridos.

Sob um forte esquema de segurança e diante de dezenas de milhares de fiéis reunidos na Praça de São Pedro, no Vaticano, o pontífice, antes de sua tradicional bênção Urbi et Orbi (à cidade e ao mundo), falou ainda sobre violência, injustiça e as ameaças à paz em várias partes do planeta.

“Que o ressuscitado Jesus nos coloque próximos, nesta festa de Páscoa, das vítimas do terrorismo, essa cega e brutal forma de violência que segue derramando sangue em diferentes partes do mundo”, afirmou Francisco do balcão central da Basílica de São Pedro.

“A mensagem de Páscoa de Cristo ressuscitado nos convida a não nos esquecermos daqueles homens e mulheres que estão à procura de um futuro melhor. Há uma onda cada vez maior de migrantes e refugiados que estão fugindo da guerra, da fome, da pobreza e da injustiça social”, frisou.

Informações: Terra


Deixe um Comentário