Últimas do FM

Saúde

Quase metade da população global está em risco de contrair malária, alerta OMS

DESDE 2000, A TAXA DE MORTALIDADE POR MALÁRIA CAIU 60% EM TODO O MUNDO

DESDE 2000, A TAXA DE MORTALIDADE POR MALÁRIA CAIU 60% EM TODO O MUNDO

No Dia Mundial da Malária, lembrado hoje (25), a Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou que quase a metade da população mundial – o que equivale a 3,2 bilhões de pessoas – ainda corre o risco de contrair a doença. Apenas no ano passado, 214 milhões de novos casos foram identificados em 95 países e mais de 400 mil pessoas morreram vítimas da infecção.

“Um ano após a assembleia da Organização Mundial da Saúde decidir eliminar a malária de pelo menos 35 países até 2030, a OMS divulga um relatório que mostra que a meta, apesar de ambiciosa, é alcançável”, informou a entidade. Em 2015, nenhum país-membro da OMS na Europa reportou casos de malária em indígenas, contra 90 mil registrados em 1995.

Os dados mostram que oito países fora da região europeia também não reportaram nenhum caso da doença em 2014. São eles: Argentina, Costa Rica, Iraque, Marrocos, Omã, Paraguai, Sri Lanka e Emirados Árabes Unidos. Outros oito países computaram menos de 100 casos em indígenas no mesmo período, enquanto 12 países identificaram entre 100 e mil casos.

Desde 2000, a taxa de mortalidade por malária caiu 60% em todo o mundo. Nos países africanos, o índice caiu 71% entre crianças menores de 5 anos. Os avanços, segundo a OMS, foram alcançados por meio do uso de ferramentas de controle amplamente implantadas na última década, como mosquiteiros tratados com inseticida, pulverização residual de interiores e testes de diagnóstico rápido.

“Mas alcançar o próximo nível – a eliminação – não será fácil”, ressaltou a OMS. “A eficácia das ferramentas que garantiram melhorias nos primeiros anos deste século estão agora ameaçadas. A resistência de mosquitos a inseticidas utilizados nas telas e na pulverização residual está crescendo, assim como a resistência do parasita a componentes de um dos medicamentos mais poderosos contra a malária. Maiores progressos vão exigir novas ferramentas que não existem atualmente, além do aperfeiçoamento de novas tecnologias”, afirma a nota da organização.

Agência Brasil


Comente aqui

Polícia

Presos quebram parede com vaso sanitário e sete fogem de CDP em Natal

PRESOS UTILIZARAM A CERÂMICA DO VASO SANITÁRIO PARA QUEBRAR A PAREDE PRÓXIMO AO TETO (FOTO: MURIÚ MESQUITA/INTER TV CABUGI)

PRESOS UTILIZARAM A CERÂMICA DO VASO SANITÁRIO PARA QUEBRAR A PAREDE PRÓXIMO AO TETO (FOTO: MURIÚ MESQUITA/INTER TV CABUGI)

Sete presos fugiram na madrugada desta segunda-feira (25) do Centro de Detenção Provisória  da Ribeira, na Zona Leste de Natal. Segundo a direção do CDP, os presos usaram um vaso sanitário para quebrar a parede da cela. “Eles molharam a parede e utilizaram a cerâmica do vaso sanitário para quebrar próximo ao teto. Eles escaparam pelo buraco e, em seguida, pularam o muro”, disse o diretor Rogério Mendes.

Uma recontagem foi feita na manhã desta segunda e os sete presos foram identificados. Os fugitivos são: David Mateus Gomes da Silva, Hudson Pereira da Silva, Ítalo Mateus Cordeiro do Nascimento, Jonatas Ferreira Isis Dorea da Silva, Leonardo Vale da Silva, Luan Henrique Ferreira de Souza e Carlos Eduardo Paulino de Moura.

Com esta fuga, chega a 185 o número de detentos que escaparam do sistema prisional potiguar este ano. A média é de 11 fugitivos por semana.

G1 RN


Comente aqui

Geral

Integrantes do MST fazem caminhada em direção a sede do Incra em Natal

MARCHA SAIU DE CEARÁ-MIRIM POR VOLTA DAS 7H30 E PASSOU PELO CONJUNTO PARQUE DOS COQUEIROS POR VOLTA DAS 10H.

MARCHA SAIU DE CEARÁ-MIRIM NO INÍCIO DA MANHÃ , PASSOU PELO CONJUNTO PARQUE DOS COQUEIROS POR VOLTA DAS 10H E SEGUE EM DIREÇÃO AO BAIRRO DE PETROPÓLIS. (DIVULGAÇÃO/PRF)

Cerca de 300 membros do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) saíram em caminhada da cidade de Ceará-Mirim, no início da manhã e seguem em direção à sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) no bairro de Petrópolis, em Natal.

Por volta das 10h, a marcha dos Sem Terras já estava chegando ao conjunto Parque dos Coqueiros, na zona Norte de Natal. Os manifestantes carregam bandeiras vermelhas do MST e faixas reivindicando a reforma agrária e protestando contra o impeachment da presidente Dilma, “pela democracia e contra o golpe”.

Comente aqui

Polícia

Mulher grávida é baleada nas costas durante assalto em Parnamirim-RN

SEGUNDO A POLÍCIA, UM DOS ASSALTANTES TEMBÉM FOI BALEADO.

SEGUNDO A POLÍCIA, UM DOS ASSALTANTES TEMBÉM FOI BALEADO.

 Uma mulher grávida foi baleada nas costas durante um assalto na noite deste domingo (24) em Parnamirim, na Grande Natal. De acordo com a Polícia Militar, o criminoso também foi baleado por uma pessoa que passava pelo local.

Segundo a PM, o crime aconteceu por volta das 23h30 no bairro de Passagem de Areia. A mulher estava na calçada quando dois homens chegaram em uma motocicleta e anunciaram o assalto. A dupla recolheu os pertences da vítima. Em seguida, um deles atirou nas costas da gestante.

Ainda de acordo com a polícia, uma pessoa que passava pelo local reagiu ao ver o assalto e atirou. Um dos bandidos foi atingido no abdômen. A grávida e o criminoso foram socorridos ao Hospital Deoclécio Marques. Eles passaram por cirurgias. Até o momento não há notícias sobre o estado de saúde dela.

Já o segundo assaltante, conseguiu fugir. A PM ainda fez buscas pela região, mas não encontrou nenhum suspeito.

G1 RN

Comente aqui

Internacional

Obama deve anunciar hoje o envio de mais 250 soldados para a Síria

 O ANÚNCIO DO REFORÇO DA PRESENÇA MILITAR NA SÍRIA DEVERÁ SER FEITO EM HANNOVER, NA ALEMANHA.(FOTO: SAUL LOEB/AFP)


O ANÚNCIO DO REFORÇO DA PRESENÇA MILITAR NA SÍRIA DEVERÁ SER FEITO EM HANNOVER, NA ALEMANHA.(FOTO: SAUL LOEB/AFP)

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, deve anunciar hoje (25), na Alemanha, o envio à Síria de mais 250 soldados para ajudar no combate ao grupo extremista Estado Islâmico, informa o The Wall Street Journal.

O diário, que cita funcionários do governo norte-americano, lembra que Obama autorizou recentemente um novo envio de soldados, elevando de 50 para cerca de 300 o número de militares dos Estados Unidos em território sírio.

Obama autorizou a ampliação da presença norte-americana na Síria, depois de ser convencido por elementos do seu governo de que essa medida permitirá ao Pentágono ampliar os avanços nas operações contra o Estado Islâmico, acrescenta o jornal, citado pelas agências internacionais de notícias.

O anúncio do reforço da presença militar na Síria deverá ser feito em Hannover, na Alemanha, onde Obama se encontra em visita.

Agência Brasil

Comente aqui

Política

Senado escolherá comissão de impeachment hoje (25)

A VOTAÇÃO NO SENADO PODERÁ OCORRER NA PRIMEIRA QUINZENA DE MAIO.

A VOTAÇÃO NO SENADO PODERÁ OCORRER NA PRIMEIRA QUINZENA DE MAIO.

 

O plenário do Senado elege, a partir das 14h desta segunda-feira (23), os 21 membros titulares e 21 suplentes da comissão especial que analisará as acusações contra a presidente Dilma Rousseff no processo de impeachment.

Nos últimos dias, os partidos indicaram nomes para compor o colegiado, de acordo com o tamanho das bancadas. O PMDB, por ter mais senadores, terá 5 integrantes. Os blocos do PSDB e do PT terão 4 cada um.

A eleição ocorre, porém, em meio à polêmica sobre quem deverá assumir a relatoria. O PMDB indicou o senador Raimundo Lira (PMDB-PB), para a presidência da comissão — nome que foi bem aceito por oposição e governo. Mas o PSDB, que integra o segundo maior bloco do Senado, quer indicar o senador Antônio Anastasia (PSDB-MG) para a relatoria.

O tucano ficaria responsável por elaborar parecer pela admissibilidade ou não do processo. Se for instaurado o procedimento de impeachment, Dilma terá que se afastar da Presidência por 180 dias. Também cabe ao relator elaborar parecer final sobre o mérito das acusações, recomendando ou não a cassação do mandato.

Desde que a indicação de Anastasia foi anunciada pela liderança do PSDB, petistas vieram a público criticar a escolha. Para o senador Jorge Viana (PT-AC), a relatoria não pode ficar nem com PT nem com PSDB.

“O pior caminho é o PSDB bater o pé e o Aécio Neves indicar a relatoria. O ideal é que tivéssemos alguém que fosse de outra força política. Que não fosse do PT nem do PSDB. Queremos um colega senador ou senadora que tenha isenção”, afirmou Jorge Viana.

Mas o líder do PSDB no senado, Cássio Cunha Lima (PB), insiste que a relatoria fique com o partido e defende que Anastasia atuará com “equilíbrio”.

“Não compete ao PT opinar sobre isso [indicação de Anastasia] Vamos submeter a voto. Existe um entendimento de que será respeitada a proporcionalidade. E nesse critério cabe ao PMDB a presidência e ao PSDB a relatoria. Mais uma vez o que o PT tentará fazer é impedir as investigações e obstruir o processo”, disse, na semana passada.

Instalação
A expectativa é de que a instalação da comissão especial, com eleição do presidente e relator, ocorra ainda na segunda. A partir desse momento, o relator terá dez dias úteis para elaborar um parecer pela admissibilidade ou não do processo de impeachment. O relatório é votado na comissão e depois submetido ao plenário. A oposição quer concluir a votação no plenário entre os dias 11 e 15 de maio.

Para que Dilma seja afastada por até 180 dias, basta o voto da maioria — 41 dos 81 senadores. Se isso ocorrer, inicia-se a fase de coleta de provas, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, assumirá a condução do processo e Dilma terá direito de apresentar defesa. Para cassar o mandato da presidente, o quórum exigido é maior — dois terços, ou 54 dos 81 senadores.

 G1 DF

Comente aqui

Segurança

Robinson Faria responde carta da mãe de jovem morta em assalto por meio de nota de esclarecimento

KARLA ÁLVARES É MÃE DA UNIVERSITÁRIA MARIA KAROLYNE, DE 19 ANOS, QUE FOI MORTA DURANTE UM ASSALTO EM JANEIRO DESTE ANO. (FOTO: REPRODUÇÃO/INTER TV CABUGI)

KARLA ÁLVARES É MÃE DA UNIVERSITÁRIA MARIA KAROLYNE, DE 19 ANOS, QUE FOI MORTA DURANTE UM ASSALTO EM JANEIRO DESTE ANO. (FOTO: REPRODUÇÃO/INTER TV CABUGI)

Após a grande repersurssão nas redes sociais com a carta escrita e divulgada por Karla Álvares, a mãe de Maria Karolina Álvares, morta durante um assalto na zona norte de Natal em janeiro deste ano, o governador Robinson Faria emitiu uma nota de esclarecimento onde diz que compreende o desabafo e a dor enfrentada pela mãe e esclarece que ” não estar alheio aos problemas da segurança pública no RN¨.

Confira a nota na íntegra:

Nota de esclarecimento

A Assessoria de Comunicação do Governo do Estado informa que o governador Robinson Faria teve acesso à carta da senhora Karla Álvares e reafirma sua solidariedade e lamento pela tragédia, lembrando que pronunciou-se publicamente na época do crime, em janeiro deste ano, inclusive em entrevista à InterTV Cabugi.

Na ocasião, lamentou a morte da jovem Karol e cobrou rápida prisão dos acusados pelo crime, presos menos de 12 horas após o ocorrido. O governador Robinson Faria ressalta que compreende o desabafo de Karla, apesar do texto trazer alguns equívocos, assim como compreende a dor de dimensão inimaginável enfrentada pela mãe. A revolta pelo crime é partilhada por todos.

É importante ressaltar que nem o governador nem o Estado estão alheios aos problemas da segurança pública no Rio Grande do Norte. Existem investimentos sendo realizados para combater a violência no estado.

Neste caso, em particular, e em os outros que tiveram grande repercussão, houve rápida ação da polícia para elucidação do crime e prisão dos culpados.

Sabe-se que ainda há muito a ser feito pela segurança pública, e o governo não está medindo esforços, inclusive buscando, para tanto, a integração com os governos federal e instituições, a fim de construir caminhos para esse enfrentamento.

Comente aqui

Política

Grupo protesta em frente à casa de Bolsonaro no Rio

 O GRUPO LEVANTE POPULAR DA JUVENTUDE EM FRENTE À CASA DO DEPUTADO FEDERAL JAIR BOLSONARO (PSC - RJ) NO RIO DE JANEIRO.(DIVULGAÇÃO LEVANTE POPULAR DA JUVENTUDE)


O GRUPO LEVANTE POPULAR DA JUVENTUDE EM FRENTE À CASA DO DEPUTADO FEDERAL JAIR BOLSONARO (PSC – RJ) NO RIO DE JANEIRO.(DIVULGAÇÃO LEVANTE POPULAR DA JUVENTUDE)

Integrantes do grupo Levante Popular da Juventude protestaram neste domingo (24) em frente à casa do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), na Barra da Tijuca, na zona oeste da cidade. Com faixas e cartazes e gritando palavras de ordem, os manifestantes criticaram, principalmente, a postura do parlamentar no momento de votar favoravelmente ao prosseguimento do processo deimpeachment da presidenta Dilma Rousseff, na sessão plenária do último domingo (17), na Câmara dos Deputados.

No momento do voto, Bolsonaro exaltou a ditadura militar e a memória do coronel Carlos Brilhante Ustra, que foi chefe do DOI-Codi em São Paulo, local onde diversos presos políticos foram torturados.

No ato, os integrantes do grupo seguraram uma grande faixa com a frase “Bolsonaro Golpista”. Havia ainda um retrato do deputado com o símbolo nazista (suástica) carimbado na testa. Os manifestantes chegaram a fazer uma encenação simulando o deputado vestido de Hitler, acompanhado de soldados.

O deputado Jair Bolsonaro criticou o ato. Na sua página no Facebook, ele denunciou a presença dos manifestantes em seu prédio e também rechaçou a manifestação: “LPJ – Levante Popular da Juventude a serviço das ditaduras comunistas!”, dizia um dos posts do deputado. Ou ainda, na sua conta no Twitter: “Meu condomínio está cercado por simpatizantes do PT. Estão ameaçando invadi-lo! Espero que não cometam essa loucura!”

Outro post do deputado foi entendido pelos integrantes do Levante Popular da Juventude como uma ameaça: “Minha propriedade privada é sagrada. Se um dia invadirem, Não Sairão!”, disse o parlamentar. “Bolsonaro ameaça o Levante [Levante Popular da Juventude]. Não nos intimidaremos!”, responderam os manifestantes.

POSTS DO DEPUTADO JAIR BOLSONARO EM SEU PERFIL NO TWITTER

POSTS DO DEPUTADO JAIR BOLSONARO EM SEU PERFIL NO TWITTER

Agência Brasil

 

Comente aqui

Internacional

Israel liberta palestina de 12 anos após dois meses de detenção

DIMA AL-WAWI, 12, ABRAÇA O PAI ISMAIL AL-WAWI, EM UM POSTO DE CONTROLE MILITAR. (FOTO:MAJDI MOHAMMED/AP)

DIMA AL-WAWI, 12, ABRAÇA O PAI ISMAIL AL-WAWI, EM UM POSTO DE CONTROLE MILITAR. (FOTO:MAJDI MOHAMMED/AP)

Uma menina de 12 anos, a palestina mais jovem a ser detida por Israel, segundo o advogado de defesa, foi libertada neste domingo (24) depois de ter sido condenada a uma pena de prisão por querer atacar israelenses.

Após dois meses de detenção, Dima al-Wawi saiu da prisão em Israel e foi levada para um posto de controle em Tulkarem, norte da Cisjordânia ocupada, onde se reuniu com os pais. A menina foi recebida com a família na sede do governo de Tulkarem, onde as autoridades palestinas denunciaram a situação dos prisioneiros palestinos em Israel.

Natural de Halhul, perto de Hebron (sul da Cisjordânia), a menor foi detida em 9 de fevereiro, quando os ataques com faca de palestinos, geralmente jovens e em várias oportunidades mulheres, eram quase diários.

O vídeo da detenção mostra a menina de uniforme escolar, se aproximando de uma colônia israelense na Cisjordânia. Ela foi interrogada pelo guarda armado na entrada da colônia antes que um morador, com trajes civis, retirasse a faca que transportava e a deixasse no chão até a detenção por parte de soldados.

Um tribunal militar, o único com competência nos territórios ocupados, pediu o indiciamento por “tentativa de homicídio com premeditação e posse de faca” e a condenou a quatro meses e meio de prisão, assim como a um mês e meio de prisão condicional, além do pagamento de uma multa de 8.000 shekels (1.900 euros).

Em 11 de abril, seu advogado, Tariq Barghouth, anunciou que o pedido de libertação antecipada para a menina, “a palestina mais jovem que já foi detida”, havia sido aceito. A lei israelense autoriza a justiça militar a julgar pessoas com mais de 12 anos, algo insólito no mundo, segundo o Unicef. Atualmente, quase 450 menores palestinos estão detidos em Israel, quase 100 deles têm menos de 16 anos.

UOL

Comente aqui

Esporte

Presidente de torcida organizada do Ceará é morto a tiros em Fortaleza

torcida ceará
O presidente do Movimento Organizado Força Independente (Mofi), uma das torcidas organizadas do Ceará Sporting Club, foi assassinado, neste domingo (24), a tiros no bairro Novo Oriente, no município de Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza. De acordo com a Polícia Militar, o torcedor foi atingido por sete disparos.
O crime ocorreu por volta das 10h30. Segundo a PM, o homem, identificado como Vicente de Paula Lima Pereira, 34, estava na Avenida Central do bairro, quando foi abordado por um homem que estava em um veículo modelo Chevrolet Vectra. O criminoso desceu do automóvel e atirou contra a vítima, que foi alvejada e morreu no local.
Após o crime, o suspeito fugiu sem ser identificado. A Polícia foi chamada ao local, colheu as primeiras informações de testemunhas e iniciou as buscas ao carro que foi usado no local. O corpo de Paulinho foi levado pela Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). A motivação ainda é desconhecida pela Polícia.
Vicente de Paula tinha 32 anos, mais conhecido como Paulinho, era um dos presidentes da Mofi, torcida do Ceará que tem 13 anos de existência. O torcedor trabalhava como autônomo e tinha dois filhos.
Novo Jornal

Comente aqui