Últimas do FM

Política

No Twitter: Cristovam Buarque critica Bolsonaro e pede Nobel da Paz para Lula

DAQUI A POUCO SÓ SADISTAS E MASOQUISTAS VÃO ESTAR COM BOLSONARO, PROFETIZOU BUARQUE”. FOTO: SENADO FEDERAL

O ex-senador Cristovam Buarque (PPS-DF) voltou a falar em um Nobel da Paz para Lula. “Ao dizer aos correspondentes estrangeiros que o Brasil não tem fome, Bolsonaro deu mais um impulso para fazer Lula Prêmio Nobel da Paz. A repercussão no mundo é que Bolsonaro reconheceu o papel de Lula na eliminação da miséria. Pior, que a miséria continua”, tuitou o ex-senador.

Em outra publicação, Buarque ataca Bolsonaro. “Depois de ver como Bolsonaro bate em nordestinos, pobres, esquerdistas, não cristãos, torturados, ptistas, psdbistas, jornalistas, ecologistas, universitarios…daqui a pouco só sadistas e masoquistas vão estar com ele”.

Brasil

Há 4 anos, o PT dizia em propaganda na TV que iria expulsar integrantes do partido condenados na Justiça

O EX-PRESIDENTE ESTÁ PRESO DESDE ABRIL DE 2018 EM CURITIBA, ONDE CUMPRE PENA DE 12 ANOS E 1 MÊS DETERMINADA PELO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4ª REGIÃO. FOTO: PAULO LOPES/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Propaganda do PT divulgada nas redes sociais em maio de 2015 afirmava que o partido iria adotar prática de expulsar integrantes que fossem condenados na Justiça.

A propaganda, que teve 10 minutos de duração, foi ao ar na TV durante à noite. Na peça, houve uma fala do presidente da legenda, Rui Falcão, e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Mas não houve fala da presidente Dilma Rousseff. À noite, durante a exibição do programa, houve um panelaço de protesto em várias cidades do país.

“O PT é uma instituição com milhões de filiados e simpatizantes em todo o Brasil. Gente como você, que sempre sonhou e lutou por um país mais justo e solidário. Gente que não convive nem é conivente com ilegalidades e quer, igual a você, o fim da impunidade. Por isso, qualquer petista que cometer malfeitos e ilegalidades não continuará nos quadros do partidos”‘, afirmou Falcão no vídeo.

O ex-presidente Lula apareceu logo nos primeiros minutos do programa e começou a fala citando direitos dos trabalhadores, como “a jornada de trabalho de oito horas, as férias, o décimo terceiro salário, a aposentadoria”. Segundo Lula, “nada disso caiu do céu” e foi fruto da luta dos trabalhadores.

Resta saber quantos sobraram até os dias atuais. O próprio ex-presidente Lula, que protagonizou o discurso, continua preso desde abril de 2018, na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, sem previsão de soltura. Lula é condenado a 12 anos e 11 meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro em ação da Lava Jato sobre sítio de Atibaia.

Com informações de G1

Brasil

Alcione pede respeito de Bolsonaro: “O senhor tem medo de facada, mas precisa ter medo do pensamento”

A CANTORA MARANHENSE COBRA DO PRESIDENTE RESPEITO AOS NORDESTINOS. FOTO: INSTAGRAM

A cantora maranhense Alcione criticou neste sábado, no Instagram, a fala de Jair Bolsonaro (PSL) na qual se refere aos gestores dos estados nordestinos como “governadores de Paraíba” e ataca diretamente o maranhense Flávio Dino (PCdoB).

“Presidente Bolsonaro, eu não votei no senhor e não me arrependo”, diz ela, salientando que não torce contra o governo. “Eu sei que se torcer contra, estou torcendo contra o meu país”.

Ela prossegue: “Agora meu pai sempre me dizia, que meu avó já dizia para ele: ‘Quem quer respeito se dá’. E o senhor não está se dando respeito. O senhor precisa respeitar o povo nordestino. Respeite o Maranhão”.

Ela ainda faz menção ao atentado do qual o presidente foi vítima durante a campanha. “O senhor tem medo de facada, tem medo de tiro, mas o senhor precisa ter medo do pensamento. O pensamento é uma força. Pense em mais de 30 milhões de nordestinos pensando contra o senhor? Comece a nos respeitar. Respeite o povo brasileiro”.

O Povo

Mundo

Ex-atrix pornô nos EUA assume ministério que evangeliza pessoas ligadas à pornografia

BRITTNI DE LA MORA FOI EVANGELIZADA PELA EQUIPE DA IGREJA EM 2012 E SUA VIDA MUDOU. FOTO: REUTERS

O pastor Craig Gross, fundador da XXXChurch em Pasadena (Califórnia – EUA), emitiu um comunicado informando que a ex-atrix pornô Brittni, e seu esposo, Rich de La Mora, são os novos líderes da denominação.

Fundada em 2002, a XXXChurch é uma igreja que se dedica a ministrar pessoas viciadas em pornografia, estendendo seus trabalhos de evangelismo para os funcionários dessa indústria do sexo, incluindo atores, atrizes, diretores e etc..

Brittni foi evangelizada pela equipe da denominação em 2010 durante um “show pornô” onde os fãs poderiam conhecer seus ídolos de filmes adultos pessoalmente. Ela atuava na área há cinco anos, mas foi fortemente tocada por Deus.

Em 2012 Brittni deixou a indústria do sexo e deixou para trás tudo o que aquela profissão lhe trazia, incluindo dinheiro, bens materiais e sexo. Desde a conversão, ela passou a atuar em um braço da XXXChurch que trata exclusivamente com mulheres e viu Deus transformar sua vida, inclusive sua vida sentimental.

Ela conheceu e se casou com o pastor Rich de La Mora, um cristão que vem de uma família de ministros e que agora estará ao lado dela coordenando os trabalhos desse ministério de impacto nos EUA.

“Ela conhece a Bíblia por dentro e por fora e é uma representação incrível da redenção. Não me surpreende, no mínimo, que Deus a esteja chamando aqui”, declarou Graig que se desligou totalmente do ministério que fundou.

“Brittni e Rich, com alguma ajuda, podem levar este ministério mais longe do que eu posso agora. Eu trabalhei em estreita colaboração com eles ao longo dos anos, então eu conheço suas capacidades. Estou comprometido em trabalhar com eles nos próximos doze meses durante essa transição, nos bastidores. Pense neles como os novos quarterbacks e eu como seu treinador. Juntos, eles vão defender este ministério”, continuou o pastor que agora vai liderar uma “igreja da maconha”.

Em seu Facebook, Brittni declarou que foi abençoada com esta escolha. “Isso é loucura! Quando eu estava na indústria cinematográfica adulta, XXXchurch costumava me dizer que o Jesus me ama. Eles me deram uma Bíblia e todos os tipos de presentes doces. Quando deixei a indústria adulta, há 7 anos, a XXXchurch estava lá para mim durante a minha transição. Eu sempre fui grata pelo ministério e por aqueles que me deram de maneira desinteressada, sem esperar nada em troca”, relembrou.

Gospel Prime

Polícia

Dupla suspeita de assaltos morre após trocar tiros com a PM na zona Norte de Natal

ELES AINDA FORAM SOCORRIDOS AO HOSPITAL SANTA CATARINA, MAS NÃO RESISTIRAM E MORRERAM. FOTO: REPRODUÇÃO/REDES SOCIAIS

Dois homens morreram em confronto com a Polícia Militar no bairro de Nossa Senhora da Apresentação, Zona Norte de Natal, no início da manhã desta segunda-feira (22). A dupla era suspeita de cometer assaltos na região.

Um carro da polícia foi abordado por volta das 5h por pessoas que passavam pela Avenida Boa Sorte, que informaram aos policiais militares sobre dois homens que praticavam assaltos a pedestres minutos antes. Os suspeitos estavam em uma moto amarela.

De acordo com a PM, no cruzamento com a Rua Monte das Oliveiras, a guarnição se deparou com a dupla. Houve uma troca de tiros e os dois homens foram atingidos. Eles ainda foram socorridos ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiram e morreram.

Com os suspeitos, a polícia apreendeu a motocicleta, duas armas artesanais, além de quatro celulares, que os policiais acreditam que sejam roubados. Todo o material foi levado para a Delegacia de Plantão da Zona Norte.

G1RN

Governo

Porta-voz da Presidência da República é alvo de ataques de aliados de Bolsonaro

ENTRE OS CRÍTICOS SE ENCONTRAM O DEPUTADO MARCO FELICIANO (PODEMOS-SP) E O VEREADOR DO RIO CARLOS BOLSONARO (PSC). FOTO: MARCOS CORRÊA

Conhecido pela postura moderada e gosto pela leitura, o porta-voz Otávio do Rêgo Barros — general que comandou a comunicação do Exército na gestão de Eduardo Villas Bôas — atribuiu-se a missão de melhorar a relação entre Jair Bolsonaro e a imprensa , além de unificar as divulgações do Executivo como um todo. Ele, contudo, tem encontrado obstáculos pelo caminho.

As críticas diretas recebidas do deputado Marco Feliciano (Podemos-SP) no fim de semana (“porta-voz serve para proteger, não para expor”) e as indiretas proferidas pelo vereador do Rio Carlos Bolsonaro (PSC) na sexta-feira (“por que o presidente insiste no tal café da manhã semanal com ‘jornalistas’?”) já ecoam nos corredores do Palácio do Planalto há alguns meses.

No gabinete de Fabio Wajngarten, novo secretário de Comunicação do governo, as críticas aos cafés da manhã são frequentes desde sua entrada no cargo, em abril. A avaliação é de que a estratégia, elaborada por Rêgo Barros, é ineficaz em melhorar a imagem do presidente e transmitir a ideia de que é Bolsonaro quem lidera os esforços para o país avançar. Wajngarten nunca participa dos cafés e mantém relação distante com o porta-voz.

Discordância de tom

Ainda que Bolsonaro tenha defendido o general dos ataques de Feliciano e Carlos, afirmando que Rêgo Barros o trata “com muito zelo, muita preocupação”, não são raras as vezes em que o presidente chama a atenção do subordinado por discordar do tom de algum pronunciamento. Também já ocorreram situações em que, no meio de um briefing de imprensa, Bolsonaro muda de opinião sobre um determinado tema, deixando Rêgo Barros em saia justa. Exemplo disso ocorreu no início de junho, quando o presidente havia cancelado uma viagem à região de Barra dos Garças, em Mato Grosso, mas recuou justamente no momento em que Rêgo Barros anunciava a mudança de planos.

Em outro episódio, no final de junho, Rêgo Barros anunciou que Bolsonaro não recuaria dos três novos decretos sobre a flexibilização da posse de armas. Preparou o briefing com a informação e, enquanto fazia esse anúncio, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, costurava um acordo para revogar os três textos recém-publicados. O porta-voz foi pego de surpresa.

As idas e vindas e as tensões no Palácio do Planalto têm impactado a saúde do general. Rêgo Barros submeteu-se, no ano passado, a uma cirurgia para colocar uma prótese nos quadris. Por isso, deveria se dedicar a sessões frequentes de fisioterapia — rotina que não tem conseguido cumprir em razão do tempo escasso. Sua alimentação, fundamental para o controle do peso, já que não pode se exercitar, também piorou.

A ida do general para o governo também lhe custou um preço alto no aspecto profissional. Ao ingressar no Palácio do Planalto, ele estava prestes a passar pelo último filtro do Exército para se tornar um general quatro estrelas, título que o alçaria ao restrito Alto Comando da instituição. Caso não fosse promovido, iria para a reserva. Como a função de porta-voz traz uma exposição política não desejada pelo Exército, sua estada no governo Bolsonaro contribuiu para que, em junho, Rêgo Barros saísse da ativa com três estrelas. Ou seja, acabou não sendo promovido.

O Globo

TV

José Roberto Burnier é afastado da Globo após diagnóstico de câncer na boca

JOSÉ ROBERTO BURNIER PEDE LICENÇA DA TV GLOBO APÓS DESCOBRIR CÂNCER NA BOCA. FOTO: GLOBO/RAMON VASCONCELOS

José Roberto Burnier foi diagnosticado com câncer na boca, segundo o colunista Ricardo Feltrin, do UOL.

Por conta da doença, o jornalista está afastado da TV Globo e da bancada do jornal Em Ponto, da GloboNews. Ainda não foi escalado um substituto para cobri-lo.

Ainda de acordo com Feltrin, o veterano irá começar o tratamento contra a doença e ficará de licença do trabalho por três meses.

Burnier começou na Globo da década de 1980, como repórter no Globo Rural. Foi editor-chefe e apresentador do Bom Dia São Paulo e repórter do Jornal Nacional, participando de importantes coberturas em áreas como política, economia e saúde.

Em 2004, se tornou o primeiro correspondente fixo da emissora na Argentina. Um ano depois, retornou ao Brasil e, até hoje, é um dos principais nomes da equipe de jornalismo da emissora.

Caras

Política

Partido Novo abre processo seletivo para escolher seu candidato a prefeito de Natal em 2020; Quem topa?

O CANDIDATO TERÁ QUE PROVAR TER EXPERIÊNCIA ADMINISTRATIVA, VALORES LIBERAIS E BOA DESENVOLTURA EM VÍDEOS E REDES SOCIAIS. FOTO: ILUSTRAÇÃO

Parece ser uma forma bem diferente de selecionar candidato essa do Partido Novo, mas o grupo liderado nacionalmente por João Amoedo, que teve 2,5 milhões de votos para presidente, entende que essa é uma forma criativa e inovadora de selecionar seus candidatos, uma vez que o NOVO deseja e incentiva a participação de “pessoas comuns” na política. Após se inscrever no processo seletivo, o candidato terá que provar ter experiência administrativa, valores liberais e boa desenvoltura em vídeos e redes sociais.

Em 2018, o NOVO elegeu o governador de MG, Romeu Zema, 8 deputados federais e 11 deputados estaduais. No caso específico da capital potiguar o processo está com inscrições abertas e você pode obter mais informações no www.querosercandidato.novo.org.br

Brasil

Militar é zoado por colegas de farda por gostar de Sandy e Junior e resolve assumir de vez a homossexualidade

A INSTITUIÇÃO SEMPRE RESPEITOU E A HOMOSSEXUALIDADE ESTÁ PRESENTE EM TODAS AS PROFISSÕES. FOTO: REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Fã de Sandy e Junior, Ricardo Lima estava disposto a assistir a uma apresentação da dupla em Brasília. Para isso, comprou um celular que dava ingressos para um show e conseguiu. Ao publicar fotos em suas redes sociais, os colegas de trabalho fizeram chacota. Por ser militar, Ricardo sentiu o peso do preconceito.

“Para eles era estranho um homem curtir Sandy e Junior. Ficavam zoando, cantando “Maria chiquinha” para mim. Não guardava rancor, mas ficou marcado. Depois, meu subcomandante me chamou para conversar e disse que “não pegava bem para a tropa”. Fiquei chateado com isso. Tive que ficar com o amor reprimido. Ele sugeriu até que eu evitasse adicionar os colegas nas redes sociais”, relembra Ricardo.

O tempo passou, a dupla se separou em 2007, e Ricardo não tinha muito o que comentar dos filhos de Xororó. O militar subiu de patente, os colegas de trabalho mudaram e, com o retorno da turnê “Nossa história”, a situação mudou.

“De dois em dois anos a tropa muda, então perdi o contato com aqueles colegas. Estou três postos acima, ganhei respeito, nesse meio tempo acabei assumindo a minha homossexualidade, casei, levei a certidão para o quartel… O capitão teve que aceitar e é lei.”

Finalmente, no show em Brasília, Ricardo teve chance de conhecer os cantores no camarim. Esta é a terceira vez que o militar – que acompanha os irmãos desde o início da carreira – encontra a dupla. Mesmo assim, ele disse que ficou “paralisado”.

“Foi incrível, foi ótimo. É uma sensação muito diferente. É muito rápido, eles me deram um autógrafo, tiramos fotos, a Sandy perguntou do meu bigode. Valeu muito.”

Satisfeito com a experiência, e mesmo com toda a emoção no momento do encontro, ele não vai conseguir ver outras apresentações.

“É muito difícil conseguir outros ingressos. E aproveitei que estava de férias (risos).”

Ricardo já fez várias loucuras pela dupla. Perdeu até o emprego. Com amigos, ele, que na época era garçom, alugou uma van com os amigos para sair do Distrito Federal com destino a Minas Gerais para ver um show da dupla. O problema é que precisaria faltar ao emprego.

“Meu chefe disse que ia me demitir. Mas eu não esperava, pois trabalhava para ele há dois anos e ele sabia que era o meu sonho. Eu até trabalhava domingo e pagava uma pessoa para gravar em VHS o seriado “Sandy e Junior”, porque não conseguia assistir no horário. Não teve jeito. Não me arrependo, não tem preço realizar um sonho, seja ele qual for”, diz Ricardo, aos risos.

iBahia

Esporte

Surfista veterano Carlos Burle cai de onda na super ressaca do Rio e vê a morte de pertinho

ELE SURFAVA NOS ARREDORES DA BAÍA DE GUANABARA E PRECISOU SER LEVADO AO HOSPITAL PARA RECEBER PONTOS NA CABEÇA APÓS QUEDA. FOTO: REPRODUÇÃO/ARQUIVO PESSOAL

O surfista Carlos Burle sofreu um acidente enquanto surfava neste domingo próximo à Ilha Mãe, em Itaipu, Região Oceânica de Niterói. O big rider aproveitou as fortes ondas causadas por uma ressaca que atingiu a Baía de Guanabara. De acordo com o surfista, ele tomou uma vaca quando pegava a primeira onda, bateu com a cabeça e as costas nas pedras e perdeu os sentidos. Naquele momento, as ondas atingiam dois metros. Burle, que tem 51 anos, sofreu um grande corte na cabeça, além de arranhões pelas costas, foi resgatado e encaminhado por atletas locais ao hospital para levar pontos.

Nas redes sociais, Burle postou algumas fotos do acidente e relatou o aprendizado, além do grande susto do dia: “Hoje foi mais um dia de trabalho e muito aprendizado. Na nossa profissão, precisamos gerenciar riscos constantemente. Mesmo com muita experiência e preparação, sempre temos que lidar com imprevistos. Bati muito forte com a cabeça e costas na Lage da Ilha Mãe. Perdi a consciência por alguns segundos e graças a Deus consegui voltar e ser resgatado. Gratidão enorme ao time pela atenção e preparo em situações difíceis”, escreveu o surfista, sendo respondido por atletas como o lutador Royler Gracie e o skatista campeão mundial Bob Burnquist.

O Fluminense